29/09/2009

Plano de Curso – Máquinas Térmicas e de Fluxo

  • Curso Técnico em Manutenção Automotiva
  • O estudo das Máquinas Térmicas e de Fluxo exige o detalhamento de alguns conceitos visando alcançar as competências e desenvolver habilidades importantes para o estudante de Manutenção Automotiva.
  • Para os Fundamentos vamos estudar os Conceitos e Características das Máquinas Térmicas e de Fluxo demonstrando suas origens e suas transformações ao longo do tempo com a influência dos avanços tecnológicos.
  • As grandezas físicas serão abordadas e demonstradas em aulas práticas nos laboratórios do Ceteb.
  • Para o bombeamento e deslocamento de fluidos líquidos e gasosos serão aplicados recursos audiovisuais e aulas práticas para estimular o senso crítico e o sentido de urgência na resolução de problemas.
  • Para os estudos de termodinâmica vamos explorar as trocas térmicas demonstrando os estados dos fluidos associando aos estudos físico-químicos das grandezas relacionadas com os processos. Serão amplamente estudados os sistemas de troca térmica e bombeamento de fluidos, além de observar os elementos transformadores de energia.
  • Serão explorados os trabalhos em grupos, estudos dirigidos e discussões de problemas associados a situações práticas nas aulas realizadas na Oficina de Manutenção, com o objetivo de estimular o estudante nas atividades relacionadas ao curso de Manutenção Automotiva.
  • Durante o curso de 32 horas, realizaremos, se possível, visita técnica para relacionar detalhes importantes dos temas abordados em sala de aula e desta forma inserir o estudante em seu meio profissional.

26/09/2009

FONTES DE ENERGIA

  • Energia hidráulica – é a mais utilizada no Brasil em função da grande quantidade de rios em nosso país. A água possui um potencial energético e quando represada ele aumenta. Numa usina hidrelétrica existem turbinas que, na queda d`água, fazem funcionar um gerador elétrico, produzindo energia. Embora a implantação de uma usina provoque impactos ambientais, na fase de construção da represa, esta é uma fonte considerada limpa.
  • Energia fóssil – formada a milhões de anos a partir do acúmulo de materiais orgânicos no subsolo. A geração de energia a partir destas fontes costuma provocar poluição, e esta, contribui com o aumento do efeito estufa e aquecimento global. Isto ocorre principalmente nos casos dos derivados de petróleo (diesel e gasolina) e do carvão mineral. Já no caso do gás natural, o nível de poluentes é bem menor.
  • Energia solar – ainda pouco explorada no mundo, em função do custo elevado de implantação, é uma fonte limpa, ou seja, não gera poluição nem impactos ambientais. A radiação solar é captada e transformada para gerar calor ou eletricidade.
  • Energia de biomassa – é a energia gerada a partir da decomposição, em curto prazo, de materiais orgânicos (esterco, restos de alimentos, resíduos agrícolas). O gás metano produzido é usado para gerar energia.
  • Energia eólica – gerada a partir do vento. Grandes hélices são instaladas em áreas abertas, sendo que, os movimentos delas geram energia elétrica. È uma fonte limpa e inesgotável, porém, ainda pouco utilizada.
  • Energia nuclear – o urânio é um elemento químico que possui muita energia. Quando o núcleo é desintegrado, uma enorme quantidade de energia é liberada. As usinas nucleares aproveitam esta energia para gerar eletricidade. Embora não produza poluentes, a quantidade de lixo nuclear é um ponto negativo.Os acidentes em usinas nucleares, embora raros, representam um grande perigo.
  • Energia geotérmica – nas camadas profundas da crosta terrestre existe um alto nível de calor. Em algumas regiões, a temperatura pode superar 5.000°C. As usinas podem utilizar este calor para acionar turbinas elétricas e gerar energia. Ainda é pouco utilizada.
  • Energia gravitacional – gerada a partir do movimento das águas oceânicas nas marés. Possui um custo elevado de implantação e, por isso, é pouco utilizada. Especialistas em energia afirmam que, no futuro, esta, será uma das principais fontes de energia do planeta.

25/09/2009

RETROFIT

O que é RETROFIT? Retrofit é o processo de modernização (conversão) de algum equipamento, já considerado ultrapassado ou que não atende as normas vigentes. O conceito de Retrofit é muito utilizado na engenharia. Um exemplo de retrofit é a modificação dos sistemas de refrigeração, ar condicionado e sistema automotivo que ainda se utilizam de gás Freon 12 (R-12), que teve sua fabricação proibida, visto que agride a camada de ozônio. Com isso, o retrofit desses equipamentos sugere a modificação de peças na adaptação para receber um novo tipo de gás, como o R134A, menos agressivo ao meio ambiente.

19/09/2009

TRIANGULARIZAÇÃO DE DETERMINANTES

O cálculo do determinante de uma matriz quadrada, utilizando-se operações elementares nas linhas da matriz, consiste em encontrar uma matriz triangular equivalente por linha à matriz dada, respeitando-se as propriedades dos determinantes. O determinante de uma matriz triangular é igual ao produto dos elementos da diagonal principal. Assista estas vídeo aulas sobre Cálculo de Determinantes.

16/09/2009

ÁRVORE ARTIFICIAL CONTRA O EFEITO ESTUFA

Um grupo de cientistas da Universidade de Colúmbia, nos Estados Unidos, anunciou ter criado árvores artificiais que podem ajudar no combate ao aquecimento global, capazes de absorver CO2 da atmosfera quase mil vezes mais rapidamente do que árvores de verdade. A estrutura tem galhos semelhantes aos de pinheiros, mas não precisa de sol nem água para funcionar. O segredo está nas folhas, feitas de um material plástico capaz de absorver dióxido de carbono, um dos principais gases responsáveis pelo efeito estufa. "Da mesma forma que o faz uma árvore natural, a medida que o ar flui pelas folhas, estas folhas absorvem o CO2 e o mantêm preso", explicou o cientista Klaus Lackner, geofísico do Centro de Engenharia da Terra da Universidade de Colúmbia, em Nova Iorque. No entanto, enquanto árvores e outras plantas armazenam o gás em seus tecidos, a árvore artificial guarda o CO2 em um filtro, que comprime o gás e o transforma em líquido. Desta forma, o CO2 poderia ser enterrado e armazenado permanentemente debaixo da terra. Fonte: Inovação Tecnológica.

14/09/2009

ESCALONAMENTO DE MATRIZES AULA 2

Uma matriz está na forma escalonada quando o número de zeros, que precede o primeiro elemento não nulo de uma linha, aumenta linha a linha. As linhas nulas, se existirem, aparecem abaixo das não nulas. Acompanhe estas outras vídeo aulas com abordagem dos tipos de escalonamento de sistemas lineares já em forma matricial.

11/09/2009

ESCALONAMENTO DE MATRIZES



  • Uma matriz está na forma escalonada quando o número de zeros, que precede o primeiro elemento não nulo de uma linha, aumenta linha a linha. As linhas nulas, se existirem, aparecem abaixo das não nulas. Acompanhe estas vídeo aulas onde o Professor Edir Reis explica de forma simples como escalonar sistemas lineares, que já sabemos se tratar de matrizes escritas em forma de sistemas.





    09/09/2009

    EXERCÍCIOS DE CÁLCULO DE LIMITES

    As vídeo aulas a seguir serão compostas de resolução de exercícios para melhor entendimento do assunto abordado.

    06/09/2009

    COMPRESSOR ALTERNATIVO E ROTATIVO

    Para diferenciar os diversos tipos de compressores disponíveis no mercado, os fabricantes costumam utilizar dois tipos de classificação: de acordo com a concepção construtiva e acionamento do motor (aberto, semi-hermético e hermético), e com o modo de deslocamento volumétrico, ou seja, a forma de bombeamento do fluido refrigerante ou como este é comprimido, através de pistões (recíproco alternativo) ou rotativos (centrífugos, parafusos e scroll). Veja o vídeo que complementa o texto.

    05/09/2009

    SISTEMAS LINEARES E DETERMINANTES

    A seguir assista cinco importantes vídeo aulas com o Professor Edir Reis abordando conhecimentos básicos de Sistemas Lineares com suas formas de resolução e cálculo do determinante (D), pelos métodos de Sarrus, Cramer e Laplace.

    03/09/2009

    CONCEITOS DE MATRIZES

    Assista quatro vídeo aulas sobre os Conceitos de Matrizes, Matriz Transposta, Igualdade e Multiplicação de Matrizes com o excelente Professor Molina.

    02/09/2009

    DIVISÃO DE POLINÔMIOS

    Para calcular Limites com resultante em expressões indeterminadas é necessário a utilização de artifícios algébricos. Quando a indeterminação se dá com funções racionais utilizamos em alguns exemplos a divisão de polinômios. Para relembrar, vejamos a próxima vídeo aula.

    Leia mais...

    QUAL O ESTADO FÍSICO DO FOGO?

    Existem compensações extremamente maravilhosas que acontecem na sala de aula! Estávamos discutindo processos industriais, quando o estudan...

    Cadastro

    Cadastre-se para receber postagens atualizadas:

    Digite seu Email

    EnviarFeedBurner