Mostrando postagens com marcador mecânica. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador mecânica. Mostrar todas as postagens

Termodinâmica: Lista Resolvida



Dentro de um botijão existe determinada massa de gás ocupando o volume de 5 litros a 300 K e à pressão de 6 atmosferas. O botijão é esfriado até 200 K. Determine a pressão final, supondo invariável o volume do botijão.

Sabe-se que 4 mol de um determinado gás ocupam um volume de 200 L à pressão de 1,64 atm. Determine a temperatura desse gás em graus Celsius.


Um gás perfeito monoatômico sofre o conjunto de transformações indicadas no esquema a seguir.

a) Sendo T a temperatura absoluta do gás em A, qual é a sua temperatura em D?
b) Sendo n o numero de mols e R a constante universal dos gases perfeitos, qual é a variação de energia interna do gás ao passar do estado A para o D?
c) Qual a razão entre os trabalhos do gás nas transformações AB e CD?



Lista completa dos exercícios resolvidos com os cálculos e o desenvolvimento com raciocínio e referência bibliográfica! 

Envio imediato para o email cadastrado na compra após a confirmação do pagamento! Clique no botão de pagamento abaixo e confirme seu pagamento!



Termodinâmica: Lista Resolvida

Material Digital via Email 
Entrega Imediata Após a Confirmação do Pagamento


    Quant.:
      
    R$ 17,00

Mecânica dos Sólidos: Lista Resolvida

Podemos usar funções horárias do M.U e do M.U.V para descreve os movimentos de objetos e prever eventos. Considere um motorista percorre um trecho reto de uma pista com velocidade constante de módulo 90 km/h. Nesse trecho a velocidade máxima permitida é de 70 km/h. Nessa mesma pista, alguns metros a frente, há um policial vendo o motorista infrator se aproximando. O policial sobe em sua motocicleta para iniciar uma perseguição e parte com aceleração constante de intensidade 4 m/s², mas só consegue fazê-lo 3 segundos após o motorista passar a sua frente. O motorista mantém sua velocidade durante toda a perseguição. Após quanto tempo o policial alcançará o motorista? Que distância esse policial terá percorrido nesse trajeto? 


Há situações em que devemos considerar as dimensões dos móveis no movimento. Isso ocorre quando seus tamanhos são comparáveis às distâncias estudadas. Veja exemplo a seguir: Um trem, que se movimenta em trilhos retilíneos, está com velocidade de 169,2 km/h quando inicia a travessia de um túnel de 0,1 km. Nesse mesmo instante o maquinista inicia uma desaceleração de intensidade 1,5 m/s² e a mantém durante 0,05 min, até o trem atravessar completamente o túnel. Calcule o comprimento do trem. 


Por fim, vamos mostrar como o conhecimento das leis que descrevem os movimentos dos corpos na superfície da Terra podem ser usados para fins práticos, como medições indiretas de distâncias: Um engenheiro deseja medir a profundidade de um poço. Para isso ele tem em mãos uma pedra e um cronômetro. Ele abandona a pedra na "boca" do posso e mede o tempo de 6,5 segundos desde o momento em que abandonou a pedra até ouvir o som do impacto da pedra no fundo do poço. Sendo a velocidade do som igual a aproximadamente 360 m/s nas condições do experimento. Determine a profundidade do poço. 


Lista completa dos exercícios resolvidos com os cálculos e o desenvolvimento com raciocínio e referência bibliográfica! 

Envio imediato para o email cadastrado na compra após a confirmação do pagamento! Clique no botão de pagamento abaixo e confirme seu pagamento!





Mecânica dos Sólidos: Lista Resolvida

Material Digital via Email 
Entrega Imediata Após a Confirmação do Pagamento
R$ 17,00
Depósito Bancário: R$ 12,00
Caixa Econômica Federal ou Lotéricas
Agência: 0068
Conta Poupança: 013.00234688-8
Favorecido: Carlos José dos Santos Filho
Confirmar Depósito Bancário

Programa de Estágio da Alcoa 2016

Olá!                    

Meu nome é Luana  e falo em nome da Cia de Talentos, consultoria de RH especializada em Programas de Estágio e Trainee.

Através deste e-mail, venho solicitar apoio na divulgação do Programa de Estágio Alcoa 2016!

 Você quer estagiar em uma das melhores empresas para começar a carreira no Brasil?
O Programa de Estágio da Alcoa é diferenciado porque foi feito para você que busca soluções inovadoras para a construção de um mundo ainda melhor. Líder mundial em engenharia e produção de metais leves, a Alcoa desenvolve há 127 anos tecnologias que aprimoram os segmentos de transporte, aeroespacial, construção civil, embalagens, entre muitos outros. Eleita entre as melhores empresas para trabalhar e as melhores para começar a carreira, a Alcoa investe em você e no seu aprendizado.

Bolsa Auxílio e Benefícios:

  • Bolsa Auxílio;
  • Global English;
  • Cesta de Natal;
  • Seguro de Vida;
  • Plano de Saúde;
  • Vale Transporte ou Estacionamento;
  • Vale Refeição ou Restaurante no local;
  • Programa de qualidade de vida - Viva a vida;
  • Programa de apoio ao funcionário - Conte comigo.

Pré – Requisitos:

  • Curso de graduação de acordo com os cursos aceitos pela área de escolha
  • Conclusão da graduação entre dez/2016 e dez/2017 (estágio regular) e jul/2016 e dez/2016 (estágio 6 meses*);
  • O inglês será considerado de acordo com a necessidade de cada localidade;
  • Bons conhecimentos em informática (pacote office);
  • Disponibilidade de 18 a 30 horas semanais ou estágio integral de seis meses.

Atender aos pré-requisitos divulgados não garante a sua aprovação para a próxima fase. Será realizada uma análise do perfil de cada candidato, levando em consideração diversas necessidade do Programa, além das especificações de cada vaga, que podem vir a ser modificadas pela Alcoa após as inscrições.


Faça a Escolha Certa!  Inscrições Abertas até dia 09/09/2015

Resistência dos Materiais: Lista 1 Resolvida


  • Enunciado da questão: Você já percebeu! Os polímeros atualmente fazem parte da nossa vida. Inúmeros materiais que utilizamos no dia a dia são polímeros. Explique por que alguns polímeros ficam mais resistentes quando são estirados além da região em que ocorre a estricção.
  • Enunciado da questão: A resistência dos materiais está ligada à constituição dos mesmos. Você já se deparou com situações onde a elevação da temperatura, imposta a um dado material altera as sua resistência. Explique o que significa temperatura de transição dúctil-frágil.
  • Enunciado da questão:As propriedades mecânicas dos materiais dependem da temperatura. O limite de escoamento, o limite de resistência e o módulo de elasticidade diminuem em temperaturas mais elevadas, enquanto a ductilidade tende a aumentar. Portanto um fabricante de componentes estruturais pode deformar um determinado material em altas temperaturas, conhecido como trabalho a quente, para tirar proveito da maior ductilidade e da menor tensão requerida. Para um corpo de prova metálico, por exemplo, como você pode determinar a tensão sofrida por esse corpo de prova em um ensaio de tração. Expresse a equação algébrica.

Lista completa dos exercícios resolvidos com os cálculos, gráfico e o desenvolvimento com raciocínio e referência bibliográfica! 

Envio imediato para o email cadastrado na compra após a confirmação do pagamento! Clique no botão de pagamento abaixo e confirme seu pagamento!


Lista 1 Resolvida Resistência dos Materiais

Material Digital via Email 
Entrega Após a Confirmação do Pagamento

    R$23,10
Depósito Bancário: R$ 17,00
Caixa Econômica Federal ou Lotéricas
Agência: 0068
Conta Poupança: 013.00234688-8
Favorecido: Carlos José dos Santos Filho
Confirmar Depósito Bancário

Cálculo Numérico: Lista Resolvida



  • Enunciado da questão: Conforme apresentado, além do sistema decimal, cuja base é o 10, temos também o sistema binário. Aplicando a definição de conversão de bases, realiza a transformação de 867 de base 10 para o valor X de base 2.
  • Enunciado da questão: Consultando os exemplos apresentados na apostila, determine 1110101 de base 2 para o valor X de base 10.
  • Enunciado da questão: Um exemplo de aplicação do sistema binário é o trabalho com programações. Aproveitando esse momento, converta o número 10,1001 na base 2 para o valor cuja base é 10.
  • Enunciado da questão: Se o sistema linear é formado por duas equações que são retas no plano cartesiano, e temos a ocorrência de retas concorrentes, o sistema?
  • Enunciado da questão: Resolvendo o sistema linear pelo método de Jordan, a nova linha L'2 será composta, nessa ordem, pelos seguintes valores:

Lista completa dos exercícios resolvidos com os cálculos e o desenvolvimento com raciocínio e referência bibliográfica! 

Envio imediato para o email cadastrado na compra após a confirmação do pagamento! Clique no botão de pagamento abaixo e confirme seu pagamento!

Cálculo Numérico: Lista Resolvida
Material Digital via Email 
Entrega Imediata Após a Confirmação do Pagamento
R$ 17,00
    Depósito Bancário: R$ 10,00
    Caixa Econômica Federal ou Lotéricas
    Agência: 0068
    Conta Poupança: 013.00234688-8
    Favorecido: Carlos José dos Santos Filho
    Confirmar Depósito Bancário

Sistemas Hidráulicos: Lista Resolvida


  • Enunciado da questão: Você possui uma prensa disposta de dois êmbolos de áreas iguais a 10cm² e 80cm². Calcular a força transmitida ao êmbolo maior, quando se aplica ao menor uma força de 120N.
  • Enunciado da questão: Dado um canal retangular, cuja largura do canal é 5,0m e a altura da lâmina d'água corresponde a 1,50m. Calcular a área molhada do mesmo.
  • Enunciado da questão: Partindo-se dos dados da questão 2, determine o perímetro molhado para o canal.
  • Enunciado da questão: "O acréscimo de pressão exercido num ponto de um líquido ideal em equilíbrio transmite-se integralmente a todos os pontos desse líquido". Esse é o enunciado do?
  • Enunciado da questão: Qual das alternativas não é uma propriedade dos líquidos?
  • Enunciado da questão: Qual é a definição de estratificação?
  • Enunciado da questão: De acordo com a teoria sobre o ponto de ebulição, qual das afirmações abaixo está correta: I - O ponto de ebulição da água é 100º em qualquer lugar. II - Quanto maior é a altitude, maior é o ponto de ebulição. III - Quanto maior é a altitude, menor é o ponto de ebulição.
  • Enunciado da questão: Sobre a estratificação aquática, qual o meio mais comum para a formação desse fenômeno?
  • Enunciado da questão: Qual é a maneira para manter a estratificação?
  • Enunciado da questão: O fluxo laminar, ou escoamento laminar, é definido quando?
  • Enunciado da questão: O fluxo turbulento, ou escoamento turbulento, é definido quando?
  • Enunciado da questão: O que o número de Reynolds determina nos líquidos?
  • Enunciado da questão: Segundo o tema de abastecimento e distribuição de água, qual o conceito de "Ramal Domiciliar"?


Lista completa dos exercícios resolvidos com os cálculos e o desenvolvimento com raciocínio e referência bibliográfica! 

Envio imediato para o email cadastrado na compra após a confirmação do pagamento! Clique no botão de pagamento abaixo e confirme seu pagamento!




Sistemas Hidráulicos: Lista Resolvida
Material Digital via Email 
Entrega Imediata Após a Confirmação do Pagamento
R$ 17,00

Liga metálica de alta entropia é mais resistente que o titânio


Uma nova liga metálica de alta entropia alcançou uma relação resistência/peso maior do que qualquer outro material metálico conhecido. Ligas metálicas de alta entropia são materiais que consistem de cinco ou mais metais em quantidades aproximadamente iguais. Estas ligas são atualmente foco de atenção significativa em ciência e engenharia de materiais porque apresentam propriedades de grande interesse na indústria. Khaled Youssef e seus colegas combinaram lítio, magnésio, titânio, alumínio e escândio para fazer uma liga nanocristalina de alta entropia que tem uma baixa densidade, mas uma resistência muito elevada.


"A densidade é comparável à do alumínio, mas ela é mais forte do que as ligas de titânio," garante o professor Carl Koch, da Universidade da Carolina do Norte, que coordenou a equipe juntamente com pesquisadores da Universidade do Qatar. "A liga tem uma combinação de alta resistência e baixa densidade que é, tanto quanto podemos dizer, inigualável para qualquer outro material metálico. A relação resistência/peso é comparável a algumas cerâmicas, mas é mais resistente - menos quebradiça - do que a cerâmica," acrescentou Koch.


A equipe afirma que a nova liga possui uma vasta gama de utilizações possíveis, em veículos, aviões ou dispositivos protéticos. Contudo, com vistas ao uso prático, a liga metálica ainda tem um problema: ela é composta por 20% de escândio, um metal raro e extremamente caro. "Nós ainda temos um monte de trabalho para fazer para caracterizar completamente este material e explorar os melhores métodos de processamento para ele," disse Koch. "Uma coisa que nós estaremos olhando é se escândio pode ser substituído ou eliminado da liga."

Curso de Manutenção em Bombas Centrífugas

Confira alguns tópicos do curso:

  • Apostilas de Manutenção Mecânica
  • Apostilas de Elementos de Vedação: Selo Mecânico, Gaxetas e Retentores
  • Apostilas de Mancais de Rolamentos com Procedimentos de Montagem
  • Apostilas de Lubrificação Industrial com Graxa ou Óleo Hidráulico
  • Curso completo elaborado para Treinamento com Procedimentos Básicos de Operação e Manutenção de Bombas Hidráulicas 
  • Vídeo Aula com Procedimentos de Desmontagem Montagem de uma Bomba Centrífuga de Multiestágios para substituição do Selo Mecânico 
  • Apostilas de Vibrações Mecânicas abordando Alinhamento e Balanceamento de Rotores e Conjuntos Mecânicos
  • Apostilas de Elementos de Máquinas
  • Apostilas de Ferramentas e Acessórios para Desmontagem e Montagem de Bombas Centrífugas.

Curso de Manutenção em Bombas Centrífugas
Entrega Após a Confirmação do Pagamento
R$ 55,00
Depósito Bancário: R$ 45,00

Caixa Econômica Federal ou Lotéricas
Agência: 0068
Conta Poupança: 013.00234688-8
Favorecido: Carlos José dos Santos Filho

Confirmar Depósito Bancário

Curso Completo de Funilaria e Pintura Automotiva

Confira abaixo alguns tópicos do curso:



Manual de Funilaria
Manual de Pintura
Dicas para Pintura Automotiva
Eliminação de Defeitos em Pinturas Automotivas
Técnicas de Pintura
Operações com a Pistola de Pintura
Tabelas de Cores
Fundamentos das Misturas de Cores
Diferenças de Cores
Manchas de Lixagem
Marcas de Polimento
Modelagem de Chapas
Preparação de Base
Preparação da Massa
Manual de Implantação da Oficina
Tratamento Anticorrosivo



Após confirmação do pagamento seu curso será enviado pelos Correios.

Curso de Funilaria e Pintura Automotiva
Entrega Após a Confirmação do Pagamento


    Quant.:
      
    R$ 32,10


8088 VAGAS - CONCURSO PETROBRAS 2014

A Petrobrás acabou de publicar o edital de abertura do concurso público que visa o preenchimento de vagas efetivas e formação de cadastro de reserva, em cargos dos níveis médio e superior. No total, serão 8.088 oportunidades, sendo 663 vagas imediatas e 7.425 em reserva.
No setor de engenharia, as oportunidades são para Engenheiro(a) Civil JúniorEngenheiro(a) de Equipamentos Júnior – ElétricaEngenheiro(a) de Equipamentos Júnior – EletrônicaEngenheiro(a) de Equipamentos JúniorEngenheiro(a) de Equipamentos Júnior – MecânicaEngenheiro(a) de Petróleo JúniorEngenheiro(a) de Processamento JúniorEngenheiro(a) de Produção Júnior e Engenheiro(a) de Segurança Júnior, com remuneração inicial de R$ 8.081,98.
Já para o nível técnico, as vagas são para Técnico(a) Ambiental Júnior, Técnico(a) de Administração e Controle Júnior, Técnico(a) de Comercialização e Logística Júnior, Técnico(a) de Enfermagem do Trabalho Júnior, Técnico(a) de Estabilidade Júnior, Técnico(a) de Exploração de Petróleo Júnior – Geodésia, Técnico(a) de Exploração de Petróleo Júnior – Geologia, Técnico(a) de Exploração de Petróleo Júnior – Informática, Técnico(a) de Informática Júnior, Técnico(a) de Inspeção de Equipamentos e Instalações Júnior, Técnico(a) de Inspeção de Equipamentos e Instalações Júnior, Técnico(a) de Logística de Transporte Júnior – Controle, Técnico(a) de Manutenção Júnior – Caldeiraria, Técnico(a) de Manutenção Júnior – Elétrica, Técnico(a) de Manutenção Júnior – Eletrônica, Técnico(a) de Manutenção Júnior – Instrumentação, Técnico(a) de Manutenção Júnior – Mecânica, Técnico(a) de Operação Júnior, Técnico(a) de Perfuração e Poços Júnior, Técnico(a) de Projetos, Construção e Montagem Júnior – Edificações, Técnico(a) de Projetos, Construção e Montagem Júnior – Elétrica, Técnico(a) de Projetos, Construção e Montagem Júnior – Mecânica, Técnico(a) de Segurança Júnior, Técnico(a) de Suprimento de Bens e Serviços Júnior – Administração, Técnico(a) de Suprimento de Bens e Serviços Júnior – Elétrica, Técnico(a) de Suprimento de Bens e Serviços Júnior – Mecânica e Técnico(a) Químico de Petróleo Júnior, com remuneração inicial de R$ 3.400,47.
As inscrições serão recebidas a partir do dia 25 de setembro, indo até 20 de outubro de 2014 (através do site da Cesgranrio, organizadora do certame), mediante o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 40,00 para níveis médio e técnico e R$ 58,00 para nível superior.
As provas objetivas, marcadas para o dia 7 de dezembro, serão realizadas nas seguintes cidades: Aracaju/SE, Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Campinas/SP, Campo Grande/MS, Curitiba/PR, Florianópolis/SC, Fortaleza/CE, Goiânia/GO, João Pessoa/PB, Macaé/RJ, Maceió/AL, Manaus/AM, Mauá/SP, Natal/RN, Porto Alegre/RS, Recife/PE, Rio de Janeiro/RJ, Salvador/BA, Santos/SP, São José dos Campos/SP, São Luís/MA, São Mateus/ES, São Mateus do Sul/PR, São Paulo/SP e Vitória/ES.
A validade inicial do processo seletivo será de seis meses, a contar da homologação do resultado final, podendo ser prorrogada uma única vez, pelo mesmo período.

Motor de Indução Trifásico

Motor de Indução Trifásico

O que caracteriza um motor de indução é que só o estator é ligado à rede de alimentação. O rotor não é alimentado externamente e as correntes que circulam são induzidas eletromagneticamente pelo estator. Daí o nome de motor de indução. O motor de indução trifásico é composto do Estator, do Rotor & de outros componentes.






Componentes do Estator

Carcaça: é o suporte do conjunto, de construção robusta em ferro fundido, aço ou alumínio injetado, resistente à corrosão e com aletas.
Núcleo de chapas: as chapas são de aço magnético, tratadas termicamente para reduzir ao mínimo as perdas no ferro.
Enrolamentos do estator: três conjuntos iguais de bobinas, uma para cada fase, formando um sistema trifásico ligado à rede trifásica de alimentação.

Componentes do Rotor

Eixo: transmite a potência mecânica desenvolvida pelo motor. É fabricado em liga de aço, tratado termicamente, para evitar problemas com empenamento e fadiga.
Núcleo de chapas: as chapas possuem as mesmas características das chapas do estator.
Barras e anéis de curto-circuito: são de alumínio injetado sob pressão numa única peça.
Chaveta:  elemento de máquina empregado em uniões móveis com o objetivo de acoplar peças do equipamento ao seu eixo para evitar deslizamentos.

Outras partes do motor de indução 

Tampas [alojamentos de mancais]; Ventoinha; Tampa defletora; Caixa de ligação; Terminais; Mancais de Rolamentos; Placa de Identificação.

Leia também:

Motor Elétrico - Aula 1
Motor Elétrico - Aula 2

Válvulas de retenção para tubulação de fluidos líquidos


As válvulas de retenção são dispositivos destinados a permitir a passagem dos fluidos numa só direção. São instaladas na tubulação de saída [recalque] para evitar, caso ocorra uma inesperada paralisação do bombeamento, que o golpe causado pelo retorno do fluido cause danos à bomba.
Válvula de Retenção [em PVC com vista explodida]

São peças robustas, fabricadas em PVC, ferro fundido ou aço, e dotadas de dimensões avantajadas. Podem vir equipadas, também, com um "by-pass" de pequeno diâmetro, para permitir o enchimento da bomba e tubulação de sucção por ocasião da escorva. 
Válvula de Retenção [em bronze]
As válvulas de pé são peças conectadas na extremidade de tubulações de sucção [em instalações de bombas não afogadas], assegurando a passagem do fluido somente em direção à bomba, permitindo que as tubulações de sucção mantenham-se sempre cheias, mesmo quando a bomba for paralisada. 


Válvula de Pé [em bronze]
Nessas condições, quando ela for novamente ligada, poderá iniciar o bombeamento sem dificuldades. Se o tubo de sucção estiver vazio, as bombas comuns não conseguirão recalcar água. Haverá necessidade de escorvá-las. A escorva é o processo de enchimento da bomba e a respectiva tubulação de sucção com o fluido bombeado. Nessa operação, a válvula de pé é indispensável, pois, se ela não existir, todo fluido introduzido voltaria para o tanque

Para tal, o dispositivo de vedação das válvulas deve ser perfeito. Do contrário, invalida a finalidade da peça, tornando difícil o início de operação das bombas. Partículas de areia ou outros materiais em suspensão, que se alojam no dispositivo de vedação como, ainda, o desgaste, corrosão ou incrustações, podem prejudicar o fechamento perfeito da válvula. 

Há necessidade de limpezas ou de recondicionamentos periódicos. As válvulas de pé vêm, geralmente, acompanhadas de um crivo destinado a reter corpos estranhos. Como as aberturas estão sujeitas à obstrução, é necessário que a área total das passagens seja maior que a seção do tubo de sucção. Indica-se, como dado prático, o valor de 2 ½ vezes a seção do tubo.

Máquinas de roscar tubos

Os tubos utilizados em instalações hidráulicas são fornecidos em varas de comprimento aproximado de 6 metros. Portanto, quando precisamos de pedaços menores, temos que cortar e roscar.

As uniões são os pontos críticos de qualquer tubulação e dependem quase que exclusivamente da qualidade das roscas, do tubo e da conexão. As conexões, pelo sistema de fabricação em série e controle de qualidade, apresentam roscas altamente eficazes.

Já os tubos, sujeitos a corte e por serem roscados na obra, onde não existem recursos de uma fábrica de conexões, facilmente apresentam deficiência na rosca.
A rosca do tubo feita com a tarraxa manual exige uma boa qualificação do operador, além de atenção e cuidados especiais.

A utilização da máquina de roscar, que permite corte e roscagem perfeitos, é indicada como a melhor forma de obter vedação perfeita, pois as roscas por ela produzidas são de boa qualidade.

De um modo geral, as máquinas de roscar apresentam um cabeçote de corte, de roscagem, mandril para fixação do tubo, sistema de lubrificação e resfriamento de corte, e escareador.

A figura a seguir nos dá a visão de uma rosqueadeira automática

Rosqueadeira Automática

As máquinas de roscar fazem geralmente três operações: cortam, escareiam, roscam. Com o acoplamento de acessórios especiais, as máquinas de roscar podem efetuar serviços em tubos de bitolas maiores [até 4 polegadas], bem como fazer operações de roscar niples e prisioneiros. Como são equipamentos de custo mais elevado, só se tornam econômicas quando empregadas para produção de grande quantidade de roscas e cortes.

A tarraxa é uma máquina-ferramenta usada pelo encanador industrial e se destina a fazer roscas sempre que se empregam tubos de ferro em instalações de água e gás. Existem dois tipos de tarraxa: de catraca e fixa. A tarraxa de catraca diminui o esforço físico na operação de abertura da rosca, sendo mais aconselhada pela facilidade de manejo, mesmo em trabalho de emergência.

Tubulações em aço galvanizado


Tubulações em aço galvanizado

Os tubos galvanizados são condutores cilíndricos de aço que recebem uma proteção de zinco, por galvanoplastia, empregados nas instalações de águas potáveis e de gás. Alguns países os utilizam na rede de ventilação primária das construções civis.


São fabricados sem e com costura. O tubos com costura são mais utilizados, por serem mais leves e mais baratos. A costura ou solda é feita por processo eletrônico, e os tubos são inspecionados pelo fabricante, que os submete a teste de verificação de vazamento. Quando há vazamento, são descartados.

Os tubos sem costura são mais pesados e mais resistentes. Por isso são mais utilizados nas indústrias, em instalações de vapor ou instalações sujeitas a pressões mais elevadas.


Os diâmetros mais empregados são encontrados na tabela abaixo:



Tabela de Tubos

A legislação em vigor proíbe curvar tubo galvanizado, porque nos lugares curvados a galvanização é prejudicada, iniciando-se a oxidação nesse ponto.
Os tubos galvanizados são fabricados com 6 metros de comprimento. 

Portanto, quando precisamos de pedaços menores, temos que cortar, fabricar roscas e efetuar as uniões. As uniões são os pontos críticos de qualquer tubulação e dependem quase que exclusivamente da qualidade das roscas, do tubo e da conexão.

Micromotor de combustão funciona em um chip

Motor a hidrogênio ou motor elétrico? As baterias resolvem bem os problemas dos aparelhos eletrônicos, mas a miniaturização de equipamentos mecânicos exige outros tipos de acionamento.
Para esses casos, uma equipe de pesquisadores da Rússia, Holanda e Alemanha criou um novo tipo de micromotor a combustão.



O projeto é tão inovador e surpreendente que os pesquisadores confessam que não sabem exatamente como ele funciona: no artigo científico, eles descrevem como eles "acreditam" que ele funciona.
O que eles sabem é que o combustível do micromotor são bolhas de oxigênio e hidrogênio, que parecem entrar em combustão dentro de uma pequena câmara que possui uma membrana flexível em uma de suas extremidades.
A câmara de combustão fica cheia de uma solução salina, que é suprida por dois canais laterais. Dois fios injetam eletricidade na solução salina, o que faz o hidrogênio e o oxigênio da água se dissociarem por eletrólise.
As pequenas bolhas de gás geradas elevam a pressão dentro da câmara (3,6 bar), forçando a membrana ligeiramente para fora - ela se desloca cerca de 1,4 micrômetro. Quando a corrente elétrica é desligada, a membrana volta à sua posição original.
E é aí que acontece a "mágica" do funcionamento do micromotor, que ainda precisa ser elucidada: a membrana volta rápido demais, muito mais rápido do que poderia ser explicado pela dissipação.
Os pesquisadores suspeitam que o hidrogênio e o oxigênio entram em combustão, gerando água novamente, embora haja a possibilidade da existência de passos adicionais nesse processo.
Outro ponto de vista é que, como o que é suprido para o motor é a eletricidade que gera a eletrólise, então ele seria um motor elétrico. Mas o essencial é que ligar e desligar a corrente elétrica gera um movimento mecânico que pode ser explorado para alguma finalidade útil.
O micromotor é minúsculo, medindo 100 x 100 x 5 micrômetros - essencialmente um motor em um chip, já que ele foi fabricado em uma pastilha de silício usando as mesmas técnicas da microeletrônica.
Segundo a equipe, o micromotor produz um torque muito elevado para o seu tamanho, o que permitirá seu uso como bomba de fluidos, em biochips ou até mesmo no interior do corpo humano.
Agora os pesquisadores querem descobrir o menor tamanho possível do micromotor, além de obter novas pistas sobre seu princípio de funcionamento. "Este atuador é o primeiro passo para motores a combustão verdadeiramente microscópicos," afirmam eles.
Fonte: InovaçãoTecnológica

Novo Toyota Corolla 2014

A Toyota do Brasil apresentou nesta terça-feira, 11/03, a 11ª geração do seu campeão de vendas, o sedã médio Corolla. O modelo passou por uma revitalização total em relação ao desenho, adaptado ao novo DNA global da marca, muito mais moderno e elegante. Mas se o visual ficou mais bonito, o conjunto mecânico do carro que já era muito bom, ficou ainda melhor, com muitos incrementos. Destaque para o novo câmbio CVT de 7 velocidades.



Novo Toyota Corolla Altis é equipado com
motor 2.0 l  Flexfuel, Dual VVT-i DOHC de 16 válvulas (abaixo)

O modelo chega com três versões de acabamento e duas motorizações: 1.8 e 2.0 l, ambas equipadas com sistema bicombustível de partida a frio que dispensa o uso do tanquinho de gasolina. A versão GLi usa o engenho 1.8 Flexfuel, Dual VVT-i DOHC de 16 válvulas, que rende 144 cv quando abastecido com etanol e 139 cv com uso de gasolina, sempre a 6.000 rpm. O torque máximo nesta configuração é de 18,4 kgfm (etanol) e 17,7 kgfm (gasolina) ambas a 4.200 rpm.
Já as versões XEi e Altis, a topo de linha, são equipadas com propulsores 2.0 l  Flexfuel, Dual VVT-i DOHC de 16 válvulas, capaz de gerar 154 cv de potência com etanol e 143 cv quando abastecido com gasolina, sempre a 5.800 giros. O torque neste caso é de 20,3 kgfm (etanol) e de 19,4 kgfm (gasolina) a 4.000 rotações. A engenharia da marca afirma que ambos os motores são construídos com bloco e cabeçote de alumínio e oferecem desempenho, durabilidade e facilidade de reparação.


Em relação à caixa de transmissão, a grande novidade do Corolla é o uso da versão automática Multi-Drive de 7 velocidades. Os modelos GLi podem ainda ser equipados com a caixa manual de seis velocidades.


Alavanca da transmissão Multi-Drive com caixa CVT

Segundo a Toyota, a transmissão Multi-Drive deriva da tecnologia CVT e foi adotada para atender ao gosto do consumidor brasileiro, que privilegia desempenho sem abrir mão do conforto e do baixo consumo de combustível. Seu diferencial é um software de gerenciamento, que simula sete marchas, mesmo quando o motorista conduz o veículo com o câmbio na posição Drive.



Ainda na parte mecânica o Novo Corolla ganhou melhoramentos na suspensão, com uma carroceria mais rígida, conferindo estabilidade e dirigibilidade. O sistema de freios foi redimensionado e a direção elétrico-assistida mais macia.

Tabela de preços do Novo Corolla:
1.8L GLi Manual – R$ 66.570,00
1.8L GLi Multi-Drive – R$ 69.990,00
2.0L XEi Multi-Drive S – R$ 79.990,00
2.0L Altis Multi Drive S – R$ 92.900,00


Fonte: Revista "O Mecânico"

Parafuso adaptado com sensores de aperto


Apertar parafusos pode não parecer algo muito complicado, mas mensurar a força desse aperto pode fazer a diferença no funcionamento e na vida útil de um equipamento industrial ou de um automóvel. O problema é medir com precisão as forças que atuam entre dois componentes quando eles estão dentro de uma máquina ou de um motor, onde é impraticável instalar um sensor.
Parafuso adaptado com sensores de aperto

Um problema que agora vai deixar de existir, graças a uma solução brilhantemente simples, idealizada por uma equipe de engenheiros da Universidade Darmstadt, na Alemanha. Matthias Brenneis e seus colegas inventaram e aprimoraram um parafuso que já possui um sensor embutido, transmitindo as leituras à distância. Assim, o sensor fica localizado exatamente onde as forças atuam, o que lhe dá muita precisão e permite leituras em tempo real.
 
"Até agora, não havia realmente nenhuma forma particularmente boa para a fixação de sensores," explica Brenneis. "Adesivos se dissolvem facilmente, especialmente em um ambiente de produção no mundo real." Além disso, os sensores montados externamente permitem leituras de fora da peça, mas as forças no lado externo podem diferir das forças que atuam efetivamente no interior de uma máquina ou de uma peça.
 
As vantagens de combinar um sensor e um parafuso são óbvias: os parafusos estão em toda parte e podem ser substituídos por seus colegas "mais sensíveis" em cadeias produtivas inteiras. O parafuso sensor pode efetuar medições em determinados pontos no tempo ou de forma contínua, o que permite um novo nível de controle de qualidade. Hoje, a redução dos desvios de qualidade só são detectados durante a inspeção final, após todo o processo de produção, muitas vezes significando a perda da peça inteira.

Fonte: Inovação Tecnológica

O que é Válvula de Disco com Mola Espiral?

Trata-se de uma Válvula de Retenção do tipo Disco com Mola Espiral, seu centro guiado permite uma excelente vedação e uma maior durabilidade do elemento vedante! 



Sua aplicação pode variar desde fluidos líquidos a fluidos gasosos, como vapor ou ar comprimido. Para a vedação de sistemas de ar comprimido, o elemento vedante mais eficiente é a borracha nitrílica [Buna-N], resistente a óleos minerais e graxas, além da variação de temperatura do fluido. 


Entretanto, temos que saber qual a dureza especificada do elemento vedante para cada válvula, pois temos inúmeros tipos de borrachas. O durômetro Shore é o instrumento utilizado para medir a dureza, principalmente nos elastômeros, pois além de detectar sua resistência, informa também as propriedades viscoelásticas do material. 

O método consiste em medir a profundidade da impressão deixada no material com a aplicação de uma carga, consequentemente informando a sua resistência a essa carga [dureza]. 

Projeto Safe Flame apresenta solda com água

O projeto europeu Safe Flame (chama segura) apresentou os resultados de sua "solda a água". Apesar do ceticismo inicial, os resultados parecem ter agradado os inúmeros parceiros que se uniram na empreitada.

O aparelho de solda "a água" na verdade usa os gases hidrogênio e oxigênio, que são obtidos na hora por meio da eletrólise da água. A queima pode ser feita em um maçarico comum, oferecendo uma alternativa aos processos de oxi-acetileno e oxi-propano.

O oxigênio e o hidrogênio são gerados separadamente, e a mistura é controlada para oferecer uma estequiometria precisa - a proporção ideal entre os dois gases, mesmo quando é necessário alterar o tamanho da chama durante o processo de soldagem.

O comprimento da chama e o fluxo de calor podem ser ajustados conforme a necessidade alterando a potência elétrica de entrada, o que é feito por meio de um botão.

Segundo os coordenadores do projeto, o principal objetivo, que foi alcançado, era produzir um equipamento de solda mais seguro, que não dependesse dos cilindros de armazenamento de gás e que pudesse funcionar em qualquer lugar.

Os cilindros de gás, além de custarem caro, impõem restrições de segurança adicionais que encarecem o processo para pequenas empresas. A Safe Flame funciona apenas com uma entrada de água e uma tomada comum de 220 volts.

E a solda resultante também é de ótima qualidade: segundo a equipe, a temperatura da chama é alta, o fluxo de calor é elevado e a transferência de calor é uniforme. O aparelho de solda a água mostrou-se adequado para soldar diversos materiais, entre os quais cobre, alumínio e aço.

Fonte: Inovação Tecnológica

Resolvido: Uma tábua uniforme de 50 N suporta duas crianças, que pesam 500 N e 400 N, respectivamente


Uma tábua uniforme de 50 N suporta duas crianças, que pesam 500 N e 400 N, respectivamente, conforme a figura. Estando o suporte da gangorra sob o centro de gravidade da tábua e a criança de 500 N a 1,2 m do centro, determine:
a) a força para cima, em Newton, exercida pelo suporte sobre a tábua;
b) onde a criança de 400 N deve sentar-se, a fim de equilibrar o sistema.

Resolução do exercício:

Lembrar sempre de observar a figura, pois dessa forma fica mais fácil de visualizar o problema!


a) O somatório das forças na direção y deverá ser igual a zero, ou seja, ΣFy = 0 

Sendo assim, considerar a força P(N) na direção y (para baixo) que tem como valor 50N igual a zero:


N − P(A) − P(N) − P(B) = 0

N − 500 − 0 − 400 = 0

N − 900 = 0

N = 900N



b) Para que o sistema fique em equilíbrio, o somatório dos momentos deverá ser igual a zero, ou seja, ΣMo =  0. 

Considerando como centro de equilíbrio o ponto em que o suporte da gangorra está apoiado (centro de gravidade da tábua), os momentos das duas crianças serão:

M = F * d

 M(A) = 500 * 1,2

M(A) = 600Nm

&

M(B) = − 400 * x


Aplicando o equilíbrio do sistema, teremos:

ΣMo = 0

(600) − (400 * x) = 0

400 * x = 600

x = 600 / 400

x = 1,5m

Leia também...

ORIGINAL ENERGY - INVESTIMENTO EM ENERGIA SOLAR

A Original Energy é uma empresa brasileira, registrada [com CNPJ], que trabalha com produção de energia elétrica através de placas solares. ...