12/09/2021

Lista Resolvida: Sobreposição das fundações...

Você foi contratado para fazer o projeto de uma residência que possui somente o pavimento térreo. Após a elaboração do projeto estrutural foi verificado que há dois pilares que recebem maior carregamento e tem carga P1 = 1440 kN e P2 = 1200 kN, respectivamente. Esses pilares são quadrados (20 cm x 20 cm) e estão alinhados a uma distância de 2 metros entre os seus CG’s. Sabe-se que o CG do pilar 1 fica a uma distância de 60 cm da divisa. Por se tratar de uma edificação de pequeno porte, você optou por utilizar no projeto de fundações, fundação rasa do tipo sapata quadrada. Para fazer a análise prévia do solo do local, foi solicitada a realização de um ensaio de sondagem SPT, que foi executado conforme os procedimentos presentes na norma brasileira. Os resultados do SPT foram utilizados para determinar a tensão admissível do solo por métodos diretos e, nesse caso, você obteve uma tensão admissível do solo igual a 0,273 MPa.

Considerando essas informações, verifique se haverá sobreposição das fundações sapatas quadradas dos pilares P1 e P2, e em caso afirmativo, dimensione uma fundação do tipo sapata associada.

 Lista Resolvida: Sobreposição das Fundações

    R$120,00


    CHAVE PIX

    eng.carlosjfilho@hotmail.com

10/09/2021

Lista Resolvida: Estudo de Caso – Novo mineroduto.

Estudo de Caso – Problematização – Calcular se haverá melhorias através do investimento em um novo mineroduto.

“ Na cidade de Mariana, antes de colocar a polpa de minério em sua nova linha de mineroduto, prevista no Projeto Terceira Pelotização, a Empresa de Mineração fez, em maio, um bombeamento com água, que fez as vezes do minério numa simulação do que seria a viagem de 300 km, passando por 27 cidades.
A intenção era checar a integridade da nova linha – considerada o maior mineroduto para transporte de minério de ferro do mundo, as estações de bombas e de válvulas, e ver se estava tudo certo para colocar em serviço o sistema, que significará elevar o volume transportado, dos atuais 16,5 milhões t/ano para 24 milhões t/ano.
Inaugurado no dia 11 de junho, o mineroduto impressiona pelos números: foram mobilizados 1.800 trabalhadores no pico das obras, mais de mil proprietários de terras que a empresa tiveram de indenizar e investimentos de cerca de R$ 750 milhões.
Esse é o segundo mineroduto da empresa, construído paralelamente ao primeiro. No primeiro, construído nos anos 70, a tubulação era de diâmetro 20”, do longo de 300 km.
Nesta nova linha, a tubulação, construída com chapas de aço API 5 LX-60, possui diâmetro de 14”. A diferenciação entre o antigo e o novo mineroduto, explica o gerente geral de engenharia e projetos da Samarco, Cláudio Salles, é porque a nova linha será dedicada somente para transportar a produção da nova usina de concentração. “Não seria necessária uma tubulação com diâmetro de 20” polegadas ”, afirma.
A viagem da polpa de minério de ferro se inicia em Mariana (MG) e vai até Ubu, no Espírito Santo. É em Matipó, ainda no estado mineiro, que fica a estação de bombas EB2, que impulsiona a lama para que ele consiga vencer a altitude de 1.180 m da Serra do Caparaó, ponto de maior elevação de todo o traçado do mineroduto. Em seguida há duas estações de válvulas, uma em Guaçuí e outra em Alegre, no Espírito Santo, que reduzem a velocidade da polpa. A viagem dura quase três dias, ou 66 horas, com a velocidade média de 1,8 m/s.’’

Texto acima adaptado da reportagem da Revista OE, 21 de outubro de 2011.

 

 Lista Resolvida: Estudo de Caso – Novo mineroduto

    R$120,00


    CHAVE PIX

    eng.carlosjfilho@hotmail.com

As Dez Mais Lidas...

Leia também...

Computador Multifuncional para BIKE

Descrição do produto: Computador Multifuncional LIXADA para Bike [sem fio] com 14 funções para acompanhar a distância da pilotagem, tempo, v...