Mostrando postagens com marcador eletricidade. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador eletricidade. Mostrar todas as postagens

13/04/2024

MAPA - ACIONAMENTOS ELÉTRICOS 51/2024

A partida estrela-triângulo é um método utilizado para iniciar a operação de motores elétricos trifásicos de indução. Essa técnica é comumente empregada em motores de grande porte, nos quais a corrente de partida pode ser significativamente alta, podendo causar problemas como quedas de tensão na rede elétrica e desgaste excessivo do motor. A partida estrela-triângulo envolve duas etapas distintas: a partida em estrela e a mudança para a configuração em triângulo. Aqui está uma breve descrição de cada etapa:

  • Partida em estrela: na fase inicial, os enrolamentos do motor são conectados em estrela (também conhecido como ligação em triângulo ou Y). Isso é feito por meio de um dispositivo  de comutação especializado chamado contator estrela. Durante a partida em estrela, a tensão aplicada a cada bobina do motor é reduzida, resultando em uma corrente de partida mais baixa em comparação com a partida direta. A corrente reduzida minimiza o impacto na rede elétrica durante o momento da inicialização. 
  • Mudança para triângulo: após um determinado período de tempo (geralmente alguns segundos), o sistema muda automaticamente para a configuração em triângulo. O contator estrela é desativado, e um novo dispositivo de comutação, chamado contator triângulo, entra em ação. Ao mudar para a configuração em triângulo, a tensão aplicada a cada fase do motor é aumentada para o valor nominal. Com a mudança para a configuração em triângulo, a corrente do motor aumenta para o nível normal de operação. A principal vantagem da partida estrela-triângulo é a redução da corrente de partida inicial, o que diminui o estresse tanto para o motor quanto para a rede elétrica. Isso é especialmente útil em situações em que a demanda de corrente no momento da partida pode ser um problema. Vale ressaltar que a partida estrela-triângulo é mais comum em motores de média e alta potência, e seu uso pode depender das condições específicas do sistema elétrico e das características do motor.
Dessa forma, monte uma partida estrela-triangulo equivalente ao diagrama a seguir e responda às seguintes questões:
 
1- Apresente uma foto do identificador do motor e assinale as seguintes informações:
 
a) Corrente nominal do motor em suas variações de tensão.
b) Relação IP/IN.
c) Tensões de operação do motor.
 
2- Faça uma medição com um multímetro das seguintes grandezas e apresente-as com fotos:

a) Corrente nominal do motor.
b) Tensão de operação da bancada.
c) Corrente de pico, no momento da transição estrela-triangulo.
 
3- Faça uma explicação com suas palavras sobre os funcionamentos e vantagens desta partida.
 

Figura 1 - Circuito de comando 
 
Fonte: ALGETEC. Soluções Tecnológicas em Educação. Bancada de instalações elétricas industriais e energia eólica. Salvador: Alfatec, [2021]. 185p
 
 
Figura 2 - Circuito de força
 
Fonte: ALGETEC. Soluções Tecnológicas em Educação. Bancada de instalações elétricas industriaise energia eólica. Salvador: Alfatec, [2021]. 185p.
Figura 2 - Circuito de força
 
ATIVIDADE RESOLVIDA
 
     
    R$60,00 NO PIX
    75992709085 
    [NÚMERO DE TELEFONE]
     
    R$60,00 CARTÃO DE CRÉDITO

    Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

    APÓS FAZER O PAGAMENTO ACESSE O LINK ABAIXO 
    Contatos


MAPA - INFORMÁTICA INDUSTRIAL 2024/51

"A linguagem SFC, conhecida também como Grafcet, é uma linguagem extremamente poderosa, fato que levou a grande maioria dos fabricantes a adotarem-na como opção para a programação de seus CLPs de médio porte" (Parr, 2003 apud Barros, 2021, p. 135).

Fonte: BARROS, T. T. T. Informática industrial. Maringá: UniCesumar, 2021.

A norma IEC 61131-3 (2003) descreve a linguagem SFC como indicada para dividir uma tarefa de controle em partes que podem ser executadas, sequencialmente, ou, paralelamente, enfatizando a importância da linguagem em auxiliar na estruturação de programas para CLPs.

Uma empresa do ramo metalúrgico pretende automatizar uma furadeira de bancada que, até então, opera com comando manual. A automação desse processo deve ser feita utilizando um CLP. A Figura 1 mostra a furadeira, que conta com dois motores, sendo um para acionar a coluna no sentido descendente e ascendente; e outro para acionar a ferramenta de corte da furadeira.

Figura 1- Furadeira automatizada
Fonte: GENTILIN, F. A. Automação industrial. Maringá: UniCesumar, 2020. p. 262.

Funcionamento do processo: Ao pressionar o botão LIGA, se a coluna estiver na posição inicial, verificada pelo sensor “H”, e tiver peça na posição de usinagem (verificado pelo sensor “SP”), o processo de usinagem deve entrar em operação, executando as ações:
- Avanço da coluna descendente.
Esse comportamento deve permanecer até a coluna atingir o sensor intermediário “b1”, em que devem ser executados os acionamentos:
- Avanço da coluna descendente.
- Motor da furadeira no sentido horário.
Ao final da usinagem da peça, verificada pelo sensor “b2”, a coluna deve retornar à posição inicial da seguinte forma:
- Motor da furadeira no sentido anti-horário.
- Contagem de tempo de 3 segundos.
- Avanço da coluna ascendente.


Essa dinâmica deve prevalecer até que a coluna atinja novamente a posição inicial (H). Nesse momento, a furadeira deve desligar e permanecer desligada até que o botão LIGA seja pressionado novamente.

Se pressionado o botão DESLIGA em qualquer etapa do processo, a coluna deve retornar à posição inicial (H) da seguinte forma:
- Motor da furadeira no sentido anti-horário.
- Contagem de tempo de 3 segundos.
- Avanço da coluna ascendente.

Caso pressionado o botão EMERGÊNCIA, o processo deve interromper seu funcionamento imediatamente. Se solto este botão, o sistema de controle deve reiniciar de onde parou.

QUESTÕES

1.a) De acordo com a descrição do processo, descreva quais serão as entradas e saídas do sistema proposto.

1.b) Apresente o diagrama com linguagem SFC para o funcionamento do processo de automação da furadeira.

1.c) Descreva o que ocorre em cada etapa do diagrama apresentado.

FASE 2 – Programação Semáforo: "A linguagem ladder é uma das linguagens de programação de CLPs mais utilizada, principalmente pelo fato de possuir grande semelhança com os diagramas elétricos industriais e por ser desenvolvida a partir de símbolos gráficos de fácil compreensão para os profissionais que dominavam o controle lógico a relé" (Petruzella, 2014, p. 76).


Fonte: PETRUZELLA, F. D. Controladores lógicos programáveis. 4. ed. Porto Alegre: AMGH, 2014.

O termo ladder vem da mesma palavra em inglês, que significa escada, e o diagrama gráfico gerado, por sua vez, possui o formato de uma escada; na qual, as laterais correspondem aos barramentos de alimentação e nos degraus estão os elementos como contatos e bobinas. Ao fazer a programação em ladder, deve-se analisar algumas especificidades, considerando 5 fases para a correta programação utilizando esta linguagem:

1. Listar as entradas e saídas do sistema e introduzir os comentários associados. Por exemplo: sensores, botoeiras de acionamento etc.
2. Listar as funções de automatismo a efetuar: contagem, temporização, programação diária etc.
3. Realizar cada função, levando em conta os dados de entrada e saída junto aos parâmetros de regulação.
4. Comentar cada função, indicando o que é feito para facilitar o entendimento do processo e análise de erros.

Funcionamento: Um semáforo é acionado por uma chave seletora que deve estar ativa para o funcionamento do sistema. Quando acionado, a luz vermelha fica ativa por 10 segundos; em seguida, a luz verde por 5 segundos e, na sequência, a amarela por 2 segundos, retornando à luz vermelha, e repete-se o ciclo.

QUESTÕES

2.a) Utilize o software ZélioSoft para programar, em linguagem ladder, a operação do semáforo, conforme funcionamento descrito acima(anexar imagens do programa).
2.b) Apresente as entradas, saídas e funções de automatismo utilizadas no programa apresentado.
2.c) Qual o tipo de temporizador utilizado na programação? Descreva seu funcionamento.
2.d) Utilize a bancada de instalações elétricas industriais no Laboratório Prático Integrado (LPI) para verificar o funcionamento do sistema apresentado. A ligação elétrica do CLP deve ser feita conforme esquemático apresentado a seguir. Anexar fotos comprobratórias:

i. Bancada com as conexões feitas, conforme o esquemático.
ii. Visor do CLP no modo execução, após carregamento do programa.
iii. Cada uma das lâmpadas do semáforo acesas.

Obs.: nas fotos comprobatórias deverá conter o RA, data de realização em laboratório e assinatura do aluno (pode ser feito utilizando uma folha de papel). 

Figura 2- Diagrama para implementação na bancada
Fonte: Roteiro Experimental: Implementação de Rotinas de Processos Industriais - Unicesumar (p. 22).
 
 
 
ATIVIDADE RESOLVIDA
 
     
    R$60,00 NO PIX
    75992709085 
    [NÚMERO DE TELEFONE]
     
    R$60,00 CARTÃO DE CRÉDITO

    Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

    APÓS FAZER O PAGAMENTO ACESSE O LINK ABAIXO 
    Contatos


ATIVIDADE 1 DE MICROPROCESSADORES E MICROCONTROLADORES - 2024/51

Os microcontroladores processam os dados realizando cálculos matemáticos que dependem de tecnologia capaz de produzir resultados em frações de segundo, reunindo dados e instruções que podem ser utilizados para realizar tarefas de maneira automática. Assim como em um sistema de freios ABS, em que a resposta deve ser rápida o suficiente para desacelerar o veículo antes mesmo que ocorra o travamento das rodas, ou evitar danos ao conversor chaveado quando um curto-circuito é identificado em sua saída. O processamento realizado pelos microcontroladores realiza cálculos que podem ser comparados com valores de referência e permitem o controle de processos e o funcionamento dos equipamentos modernos que nos rodeiam nos dias de hoje.

Com base nos recursos de processamento dos microcontroladores, demonstre como funciona a ULA de um microcontrolador.


ATIVIDADE RESOLVIDA
 
     
    R$27,00 NO PIX

    75992709085 
    [NÚMERO DE TELEFONE]
     
    R$30,00 NO CARTÃO DE CRÉDITO

    Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

    APÓS FAZER O PAGAMENTO ACESSE O LINK ABAIXO 
    Contatos


12/04/2024

DETERMINE A ENERGIA POTENCIAL...

Determine a energia potencial elétrica presente no ponto P, admita: Q= 10 ^-6, ED= 0,7 m e o meio é o vácuo. Durante um período de 10 minutos, uma corrente elétrica de 9ª atravessa um fio, quantos coulombs e quantos elétrons passam pela sessão reta do fio.

ATIVIDADE RESOLVIDA
 
     
    R$15,00 NO PIX
    75992709085 
    [NÚMERO DE TELEFONE]
     
    R$15,00 CARTÃO DE CRÉDITO

    Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

    APÓS FAZER O PAGAMENTO ACESSE O LINK ABAIXO 
    Contatos


DURANTE A TEMPESTADE...

Durante uma tempestade com a ocorrência de uma descarga de retorno de um relâmpago típico, uma corrente de 95 MA é mantida por um período de 35 mS. Qual é o valor da carga transferida?

ATIVIDADE RESOLVIDA
 
     
    R$15,00 NO PIX
    75992709085 
    [NÚMERO DE TELEFONE]
     
    R$15,00 CARTÃO DE CRÉDITO

    Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

    APÓS FAZER O PAGAMENTO ACESSE O LINK ABAIXO 
    Contatos


08/04/2024

AV2 - Instalações Elétricas [ATIVIDADE RESOLVIDA]

    
1) A NBR 5419 – Proteção contra descargas atmosféricas é composta por 04 partes, a saber: Parte 1 - Princípios básicos; Parte 2 – Gerenciamento de risco; Parte 3 – Danos físicos a estruturas e perigos à vida; e, Parte 4 – Sistemas elétricos e eletrônicos internos na estrutura.

Dentre os objetivos fixados por esta norma, estão:

I – Apresentar informações gerais sobre proteção contra descarga atmosférica.

II – Nortear o responsável por instalações elétricas a respeito de medidas de proteção, utilizando o SPDA como exemplo desta aplicação.

III – Disponibilizar requisitos e procedimentos básicos para análise e avaliação dos riscos em determinada estrutura elétrica.

IV – Apresentar informações gerais sobre projeção, instalação, manutenção e ensaio de sistemas de proteção elétricos.

Analise as afirmativas I a IV, e as relacione a verdadeiro (V) ou falso (F).

    a)

    V, V, V, V.      

    b)

    V, F, V, V.
    c)

    V, F, F, V.        
    d)

    V, V, V, F.        
    e)

    V, V, F, V.         

2)

Para elaboração de plantas, desenhos e esquemas elétricos utilizam-se, normalmente softwares para auxiliar no desenvolvimento do trabalho.       

Dentre os softwares listados, qual é o mais utilizado em projetos elétricos?       

    a)

    AutoCAD.

    b)

    Matlab.
    c)

    GAMS.
    d)

    Scilab.
    e)

    Proteus.

3)

Analise a Figura 1.

Figura 1: Representação de um projeto residencial

diagrama

Fonte: CREDER (2016, pg.55).

 

Considerando as informações contidas nesta figura, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.

I – A Figura 1 representa um dos elementos principais que compõe um projeto elétrico, o diagrama trifilar.

PORQUE

II – A Figura 1 é uma representação de suma importância, pois através dela é possível coletar informações sobre os pontos de utilização, a localização dos quadros de distribuição, a divisão das cargas em circuitos terminais, a fiação dos circuitos terminais, entre outros elementos.      

De acordo com o pré-texto, assinale a opção correta a respeito das asserções.        

    a)

    As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I.                     
    b)

    As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I.                                
    c)

    A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.                 
    d)

    A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.      

    e)

    As asserções I e II são proposições falsas.                       

4)

A respeito dos fatores que devem ser calculados em projetos elétricos industriais, analise os itens a seguir e os associe as suas características gerais.

I – Fator de carga;

II – Fator de demanda;

III – Fator de utilização.

(  ) Relaciona a demanda máxima do sistema a totalidade carga conectada no mesmo instante de tempo.

(   ) Relaciona a demanda média e a demanda máxima, requeridas em determinado instante de tempo.

(    ) Fornece a potência média dos aparelhos elétricos instalados.

Analise os itens I a III, e os relacione as colunas (respectivamente).      

    a)

    I, II, III.        
    b)

    II, I, III.        
     c)

    I, III, II.        
    d)

    II, III, I.        
    e)

    III, I, II.        

5)

Para realizarmos um projeto Elétrico Industrial, é necessário a aplicação de alguns fatores de projeto. São eles: Fator de demanda, fator de carga, fator de perda, fator de simultaneidade e fator de utilização.

 

A respeito dos fatores de projeto que devem ser utilizados em projetos elétricos industriais, analise os itens a seguir e os associe às suas características gerais.

 

I – Fator de utilização;

 

II – Fator de demanda;

 

III – Fator de simultaneidade.
    

A. Relaciona a demanda máxima do sistema à totalidade da carga conectada no mesmo instante de tempo;

 

B. Relaciona a demanda máxima do grupo de dispositivos elétricos pela soma das demandas individuais dos mesmos dispositivos em determinado instante de tempo;

 

C. A partir desse fator é possível obter a potência média dos dispositivos elétricos instalados.

Assinale a alternativa que apresenta corretamente a associação:

    a)

    I-A, II-B, III-C.
    b)

    II-A, I-B, III-C.
    c)

    I-A, III-B, II-C.
    d)

    II-A, III-B, I-C.

    e)

    III-A, I-B, II-C.



 


ATIVIDADE RESOLVIDA
 
     
    R$15,00 NO PIX
    75992709085 
    [NÚMERO DE TELEFONE]
     
    R$15,00 CARTÃO DE CRÉDITO

    Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

    APÓS FAZER O PAGAMENTO ACESSE O LINK ABAIXO 
    Contatos


07/04/2024

AV1 - Instalações Elétricas [ATIVIDADE RESOLVIDA]

[1] Os consumidores finais são agrupados conforme a classe em que se inserem, podendo ser de baixa tensão ou alta tensão. Dentro dessa classificação pode-se afirmar que:

I – Existem dois grupos de consumidores, o grupo A e o grupo B;

II – O grupo A é definido como a classe de alta tensão;

III – O grupo B é definido como a classe de baixa tensão;

IV – Os subgrupos que compõe o grupo B são: B1, B2, B3 e B4.

V – Os subgrupos que compõe o grupo A são: A1, A2, A3 e A4.

As afirmativas corretas são:

    a) Apenas as afirmativas I, II, III e IV.
    b)

    Apenas as afirmativas I, II, III e V.
    c)

    As afirmativas I, II, III, IV e V.
    d)

    Apenas as afirmativas I, III, IV e V.
    e)

    Apenas as afirmativas I, II, IV e V.

2)

A NBR 5410 estabelece os critérios de levantamento de demanda de iluminação para baixa tensão. Para locais de habitação algumas regras gerais devem ser levadas em consideração.

A respeito do dimensionamento de iluminação é correto afirmar que:

Alternativas:

    a)

    Deve ser previsto pelo menos 3 pontos de luz fixo no teto em cada cômodo ou dependência.
    b)

    Deve ser previsto para áreas maiores que , carga mínima de 100 VA para os primeiros , acrescidos de 60 VA para cada aumento de inteiros.
    c)

    Os valores de potência são calculados para efeito de dimensionamento dos circuitos e caracterizam, necessariamente, a potência nominal das lâmpadas a serem utilizadas no projeto.
    d)

    Para dimensionar uma sala de estar com área menor que , determinou-se 3 pontos de luz fixo no teto de 100 VA cada (valor mínimo estabelecido pela norma).
    e)

    Para dimensionar um quarto com área de , determinou-se apenas um ponto de tomada, com carga de 100 VA.

3)

Suponha que você está projetando uma residência e faltam apenas dois cômodos, o banheiro e a sala de estar. A sala de estar necessita de uma TUE para o ar condicionado (1500 W). O banheiro, por sua vez, precisa de apenas uma TUE para 1 chuveiro elétrico (4500 W) e uma tomada junto a bancada.

As dimensões do banheiro são de e da sala de estar de .

Determine o menor valor de potência instalada, de TUGs e TUEs para a sala de estar e para o banheiro, de modo que a NBR 5410 seja respeitada.

Alternativas:

    a)

    Na sala: 05 tomadas com potência instalada total de 1800 VA; e no banheiro: 02 tomadas com potência instalada total de 5100 VA.
    b)

    Na sala: 04 tomadas com potência instalada total de 2000 VA; e no banheiro: 02 tomadas com potência instalada total de 5100 VA.
    c)

    Na sala: 03 tomadas com potência instalada total de 2000 VA; e no banheiro: 02 tomadas com potência instalada total de 5100 VA.
    d)

    Na sala: 05 tomadas com potência instalada total de 1900 VA; e no banheiro: 02 tomadas com potência instalada total de 5100 VA.
    e)

    Na sala: 04 tomadas com potência instalada total de 1900 VA; e no banheiro: 02 tomadas com potência instalada total de 6000 VA.

4)

Os quadros de distribuição (QD) devem estar próximos aos centros de carga da instalação, a fim de permitir a utilização de condutores de menor comprimento, reduzindo as quedas de tensão, as suas seções e as seções dos eletrodutos. Ademais, a instalação desses QDs deve respeitar outros requisitos, como facilidade de acesso, funcionalidade e segurança.

A respeito da determinação desse centro de carga, pode-se afirmar que:

I – Devem-se levar em consideração três aspectos, sendo: quantidade de pontos de utilização, suas potências e localização.

III – Um método que permite a ponderação dos aspectos em análise para determinação do centro de carga é o baricentro.

III – Um dos métodos que determina o centro de carga onde deverá ser instalado o QD, leva em consideração o local geométrico considerando a planta ou parte dela como se fosse um gráfico cartesiano.

É correto o que se afirma em:        

Alternativas:

    a)

    I, II e III.        
    b)

    Apenas I.         
    c)

    Apenas II.        
    d)

    Apenas III.
    e)

    I e II apenas.        

[5] Para o estudo de projetos luminotécnicos é necessário primeiramente identificar e compreender as características das grandezas relacionadas a este tema.

Dentre as grandezas luminotécnicas, temos:

I – Fluxo luminoso;

II – Intensidade luminosa;

III – Luminância;

IV – Iluminância.

Relacione estes termos a suas caracteríticas.

(   ) É definida como uma medida de densidade de fluxo luminoso incidente sobre uma superfície.

(      ) Refere-se à potência de energia luminosa de uma fonte percebida pelo olho humano.

(      ) É definida como a intensidade luminosa produzida ou refletida através de uma superfície aparente.

(      ) É caracterizada como a potência de radiação visível, determinada em certa direção.

Analise os termos de I a IV, e os relacione as lacunas.

Alternativas:

    a)

    IV, I, III, II.        
    b)

    IV, II, III, I.        
    c)

    IV, III,I, II.         
    d)

    IV, III, II, I.        
    e)

    IV, I, II, III. 



ATIVIDADE RESOLVIDA
 
     
    R$15,00 NO PIX
    75992709085 
    [NÚMERO DE TELEFONE]
     
    R$15,00 CARTÃO DE CRÉDITO

    Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

    APÓS FAZER O PAGAMENTO ACESSE O LINK ABAIXO 
    Contatos


29/03/2024

ATIVIDADE 1 - ACIONAMENTOS ELÉTRICOS [RESOLVIDA]

1) A NBR 5410 – instalações elétricas de baixa tensão é o guia para esse tipo de instalação, abordando dimensionamento de cabos, condutos, proteções, aterramento, entre vários outros tópicos. Essa NBR traz os métodos de referência de instalação, para os quais a capacidade de condução de corrente dos condutores foi determinada por ensaio ou por cálculo. Os métodos são: A1, A2, B1, B2, C, D, E, F, G.

Explique, com as suas palavras baseando-se na norma NBR 5410, cada um desses métodos (A1, A2, B1, B2, C, D, E, F, G).

2) Toda edificação deve dispor de uma infraestrutura de aterramento, denominada eletrodo de aterramento, sendo admitidas as seguintes opções:

a) Preferencialmente, uso das próprias armaduras do concreto das fundações (ver 6.4.1.1.9).
b) Uso de fitas, barras ou cabos metálicos, especialmente previstos, imersos no concreto das fundações (ver 6.4.1.1.10).
c) Uso de malhas metálicas enterradas, no nível das fundações, cobrindo a área da edificação e complementadas, quando necessário, por hastes verticais e/ou cabos dispostos radialmente (pés-de-galinha).
d) No mínimo, uso de anel metálico enterrado, circundando o perímetro da edificação e complementado, quando necessário, por hastes verticais e/ou cabos dispostos radialmente (pés-de-galinha).

ABNT – ASSOCIACAO BRASILEIRA DE NORMAS TECNICAS. NBR 5410: instalacoes eletricas de baixa tensao. Rio de Janeiro: ABNT, 2004. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/5810747/mod_resource/content/1/NBR5410%20-%20Instala%C3%A7%C3%B5es%20el%C3%A9tricas%20de%20baixa%20tens%C3%A3o.pdf. Acesso em: 16 fev. 2024.

Sobre o sistema de aterramento, a NBR 5410 traz ressalvas quanto ao esquema de aterramento em edificações a partir do ponto de entrada da linha na edificação ou do quadro de distribuição principal. Qual a ressalva feita quanto a esse tipo de esquema de aterramento?

3) A NBR 5410 traz, em suas tabelas 42 e 43, fatores de correção de agrupamento de circuitos. Essas tabelas abrangem todos os métodos de instalação e variações nos níveis de camadas de condutores. Porém a norma traz que essas tabelas são validas apenas para “condutores semelhantes”. Qual a definição de condutores semelhantes e, caso o conduto não seja constituído de condutores semelhantes, qual a alternativa para o fator de correção ?

4) Considere a partida reversora trifásica com fim de curso, dada pelos diagramas de comando e força a seguir.

Fonte: o autor.


Se deseja inserir uma lâmpada que é ligada quando o fim de curso S3 esta acionado, uma lâmpada que é ligada quando S4 é acionado e uma lâmpada quando nenhum dos dois sensores (S3 e S4) é acionado. Faça a implementação no circuito.

Fonte: BARROS, T. T. T.. Acionamentos Elétricos. Maringá: Unicesumar, 2021.

5) Partidas estrela-triangulo são uma ótima opção para partida de motores maiores, considerando que não possuem limites de manobras, ocupam pouco espaço no painel e têm um custo relativamente baixo, comparando com outros métodos. Dentro desse método, é comum o uso de temporizadores, para fazer a comutação. Acerca desse componente, descreva quais os impactos um temporizador mal regulado pode causar durante a partida.

6) A partida direta é a forma mais simples de partir um motor elétrico em que as três fases são ligadas diretamente ao motor, ocorrendo um pico de corrente. Ela é utilizada principalmente quando a potencia do motor é baixa (FRANCHI, 2018). Fonte: FRANCHI, C. M. Acionamentos elétricos. São Paulo: Saraiva Educação, 2018. A seguir é dado um circuito de comando de uma partida direta. Dessa forma, explique o funcionamento de cada componente do circuito de comando da partida direta.


ATIVIDADE RESOLVIDA
 
     
    R$25,00 NO PIX

    75992709085 
    [NÚMERO DE TELEFONE]
     
    R$30,00 NO CARTÃO DE CRÉDITO

    Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

    APÓS FAZER O PAGAMENTO ACESSE O LINK ABAIXO 
    Contatos


26/03/2024

Determine a energia potencial elétrica...

Determine a energia potencial elétrica presente no ponto P, admita: 

Q= 10 ^-6   

ED= 0,7 m 

E o meio é o vácuo.

ATIVIDADE RESOLVIDA
 
     
    R$12,00 NO PIX

    75992709085 
    [NÚMERO DE TELEFONE]
     
    R$15,00 CARTÃO DE CRÉDITO

    Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

    APÓS FAZER O PAGAMENTO ACESSE O LINK ABAIXO 
    Contatos


Qual é o valor da carga transferida?

Durante uma tempestade com a ocorrência de uma descarga de retorno de um relâmpago típico, uma corrente de 95 MA é mantida por um período de 35 mS.

Qual é o valor da carga transferida?

ATIVIDADE RESOLVIDA
 
     
    R$12,00 NO PIX

    75992709085 
    [NÚMERO DE TELEFONE]
     
    R$15,00 CARTÃO DE CRÉDITO

    Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

    APÓS FAZER O PAGAMENTO ACESSE O LINK ABAIXO 
    Contatos


10/03/2024

AV2 - Métodos de Análise Química [ATIVIDADE RESOLVIDA]

1) A quinina pode ser encontrada em bebidas como a água tônica, geralmente em uma concentração máxima de 60 mg.L , conferindo ao produto o sabor amargo característico em contraste com o sabor adocicado proporcionado pela sacarose (MINIM, 2009). A molécula de quinina é mostrada na Figura 1


Para determinação de quinino na água tônica utiliza-se a técnica de fluorimetria. Em relação à essa técnica e a molécula de quinina analise as afirmativas a seguir:
I. A molécula de quinina apresenta anéis aromáticos que fazem com que aumente a intensidade da emissão fluorescente.
II. A fluorescência é aumentada com os anéis aromáticos condensados presentes na molécula de quinina.
III. A molécula de quinina tem compostos alifáticos de carbonila que favorecem a fluorescência.
IV. A temperatura influência diretamente na fluorescência, sendo que a amostra de quinina em temperaturas menores apresenta maior eficiência fluorescente.

a) I e II, apenas.
b) II e III, apenas.
c) I, II e III, apenas.
d) I, II e IV, apenas.
e) I, II, III e IV.

2) O acoplamento da cromatografia líquida com o detector de fluorescência é muito usada para separação de espécies fluorescentes da demais espécies da amostra para sua posterior detecção. A técnica mais utilizada é a cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE), cuja instrumentação típica está sendo representada na Figura 1, na qual as pressões altas de bombeamento são requeridas para se obter vazões razoáveis com as colunas com materiais de empacotamento de 3 a 10 µm. Por causa destas altas pressões, os equipamentos de CLAE tendem a ser mais elaborados e mais caros. A Figura mostra um equipamento CLAE típico que é composta por um reservatório de fase móvel, uma bomba, um injetor, uma coluna, um detector e um processador de dados.


Analise as afirmações a seguir: 

I. Existem algumas espécies que não são fluorescentes, mas pode-se utilizar o método de derivação química, na qual o analito se liga ao derivatizante podendo emitir radiação fluorescente. Os principais derivatizantes para este fim são cloreto de dansila, ortoftaldeído (OPA) e fluorescamine. 
II. No caso de análise de vinhos, pode-se utilizar a técnica de CLAE acoplada a um detector de fluorescência. Após a interação das aminas bioativas com o derivatizante, as espécies são separadas pelo método da cromatografia líquida e são detectadas utilizando o detector de fluorescência, que permite determinar a concentração da espécie de histamina na amostra de vinho. 
III. O limite de detecção desta técnica é cerca de 10 fg (fentogramas). 
IV. O equipamento utiliza altas pressões com a bomba devido ao empacotamento da coluna e o tamanho da partícula da fase estacionária. Considerando o contexto apresentado, é CORRETO o que se afirma em:  

a) I e II, apenas. 
b) II e III, apenas. 
c) I, II e III, apenas. 
d) I, II e IV, apenas. 
e) I, II, III e IV.

3) As concentrações em ppm de um padrão de Zn foram preparadas com CCl contendo excesso de 8-hidroxiquinolina, os extratos foram diluídos para leituras em um fluorímetro digital, como mostrado na Tabela 1. Com os dados da tabela foi possível construir o gráfico concentração x medidas, e encontrar a equação da reta e coeficiente de correlação como mostrado na Figura 1.



Uma amostra desconhecida foi preparada da mesma forma que os padrões. A leitura do medidor da amostra é de 10,12. Analise as afirmações a seguir:

I. A concentração de Zn na amostra é de 0,15 ppm.
II. A curva de calibração tem uma forte correlação entre a leitura da intensidade de fluorescência e a concentração do analito, já que o coeficiente de correlação está próximo a 1.
III. A concentração de Zn na amostra é de 0,38 ppm.
IV. O valor de 6,188 é chamado de coeficiente angular e o valor de 26,711 é chamado de coeficiente linear.

Considerando o contexto apresentado, é CORRETO o que se afirma em:

a) I e II, apenas.
b) II e III, apenas.
c) I, II e III, apenas.
d) I, II e IV, apenas. 
e) I, II, III e IV.

4) O uso do sistema de análise em fluxo associado as técnicas de calibração multivariável e ou por meio do emprego de nanocristais como sensibilizadores, representa uma configuração inteligente desse sistema. Foi utilizado para investigar a influência da presença do íon ferro ou do íon vanádio na taxa de oxidação do iodeto por cromo 6, foi analisada por FORTES (2010). Foram encontrados resultados consistentes e com semelhança de 95% em comparação com a cromatografia de íons em amostras de ligas metálicas. O perfil da adsorção e eluição do corante indico azul na fibra de coco verde foi estudada por meio do sistema de análise de injeção em fluxo. A fibra de coco verde foi utilizada como um bioadsorvente. Considerando as informações apresentadas, analise as afirmativas a seguir:

I. Na análise por injeção sequencial, a instrumentação é constituída por: bomba de pistão (ou peristáltica), linha de transmissão e válvula seletora.
II. No tipo fluxo contínuo não-segmentado, as amostras não são aspiradas em um fluido carregador líquido a uma vazão fixa, mas por um intervalo de tempo.
III. Um analisador segmentado relaciona-se com as bolhas de ar que são usadas para juntar porções da amostra e da mistura reagente, maximizando a dispersão.

Considerando o contexto apresentado, é correto o que se afirma em:

a) I, II e III. 
b) III, apenas. 
c) I, apenas. 
d) I e II, apenas. 
e) II e III, apenas

5) O coração da maioria dos sistemas em fluxo é a parte do sistema entre o ponto de introdução da amostra (-teste) e o detector. Quando esta parte consiste simplesmente de um tubo para transportar a zona de amostra, sem alterá-la, desde o ponto de sua introdução até a unidade de detecção, e quando a concentração do analito se situa na faixa útil do detector, a dispersão frequentemente deve ser minimizada por resultar apenas em diluição da amostra (-teste) e introduzir uma contribuição extra no tempo de resposta, reduzindo o sinal/altura de pico em procedimentos envolvendo zonas de analito pequenas e discretas. Na maioria dos procedimentos analíticos, entretanto, reações com a espécie a ser determinada, ou algum tipo de tratamento da matriz (por exemplo, ajuste de pH) devem ser conduzidos. Nestes casos, a amostra (-teste) deve ser misturada com a solução transportadora ou com outra(s) solução(ões) contendo constituintes do sistema tampão, reagentes, etc. Isto sempre resulta em diluição do analito e alargamento da zona de amostra para alíquotas discretas da amostra (-teste). A parte do módulo de análise onde os processos ocorrem é denominada de reator. Quando somente a mistura tem que ser obtida, também é possível referir-se a esta ação como, por exemplo, bobina de mistura. Existem vários tipos de reatores e dispositivos para mistura. Considerando as informações apresentadas, analise as afirmativas a seguir:

I. Reator recheado: consiste em um tubo preenchido com partículas. A dispersão é muito menor que em tubos helicoidais abertos e é similar à que ocorre nas colunas cromatográficas recheadas.
II. Reator com esferas encadeadas: é um tubo preenchido com partículas esféricas (pérolas) de diâmetro um pouco maior que a metade do diâmetro interno do tubo; desta forma, as partículas apresentam arranjo regular.
III. Reator helicoidal/bobina de mistura: é um tubo enrolado para melhorar os fluxos segmentados, de forma a se obter melhores condições de mistura entre o reagente e a solução tampão.

Considerando o contexto apresentado, é correto o que se afirma em:

a) I, II e III. 
b) II e III, apenas.
c) I e II, apenas.
d) III, apenas.
e) I e III, apenas.


 
 ATIVIDADE RESOLVIDA
 
    R$15,00 NO PIX

    eng.carlosjfilho@hotmail.com

    APÓS FAZER O PIX ACESSE O LINK ABAIXO 
    Contatos


AV1 - Métodos de Análise Química [ATIVIDADE RESOLVIDA]

1) A eletroquímica é a área que estuda as relações entre reações químicas e corrente elétrica, onde elétrons são transferidos entre espécies químicas, convertendo energia química em elétrica e vice-versa. As reações químicas estudadas na eletroquímica são chamadas de oxirredução, ou seja, para que possa ocorrer uma transferência de elétrons, é necessário que uma espécie química presente na reação perca elétrons para que outra possa recebê-los. Um exemplo muito comum utilizado na eletroquímica é a pilha de Daniel, observada na figura abaixo:

Considerando as informações apresentadas e seu entendimento sobre a pilha de Daniell, analise as afirmativas a seguir: 

I. Em uma pilha de Daniell, o eletrodo de cobre funciona como ânodo, recebendo elétrons do eletrodo positivo. 

II. Em uma pilha de Daniell, o fluxo de elétrons ocorre sempre saindo do eletrodo de menor potencial de redução. 

III. Para ocorrer uma reação redox em uma pilha de Daniell, é necessária uma corrente elétrica de fonte externa. 

IV. Um eletrólito, ou solução eletrolítica ou ponte salina, consiste na solução onde ânodo e cátodo estão imersos. 

Considerando o contexto apresentado, é correto o que se afirma em: 

a) I e III, apenas.

b) II e IV, apenas. 

c) I, II e III, apenas.

d) I, II e IV, apenas.

e) I, II, III e IV.

2) Um transdutor é um dispositivo que transforma uma magnitude física, como temperatura, pressão ou posição, em sinal elétrico. Traduzindo e enviando sinais. Sendo assim, um transdutor fornece uma quantidade de saída tendo uma determinada relação com a quantidade de entrada.

Com base em seus conhecimentos acerca de transdutores, assinale qual das alternativas abaixo atua como transdutor de entrada em um sistema.

a) Uma amostra no momento em que sofre um estímulo.

b) Um computador exibindo uma curva de titulação.

c) Dois eletrodos de um pHmetro imersos em um analito. 

d) O potencial elétrico medido por um potenciômetro.

e) O estado de uma lâmpada quando esta é ligada.

3) Durante a validação analítica, uma amostra conhecida é utilizada e, apesar de já se conhecer as concentrações de seus componentes, ela é analisada igualmente a uma amostra comum. Todos os processos são executados de forma a mimetizar uma análise de rotina. Entretanto, quando o resultado é obtido, são avaliados diversos parâmetros para validar o método. Um dos parâmetros avalia o quão próximo o resultado obtido está do valor de referência ou valor esperado.

Assinale a alternativa correta que indica o parâmetro descrito no texto.

a) Precisão

b) Exatidão 

c) Sensibilidade

d) Linearidade

e) Replicata

4) As cartas de controle desempenham um papel essencial na química analítica e encontram ampla aplicação na indústria. Estas ferramentas estatísticas permitem monitorar a estabilidade de processos analíticos ao longo do tempo, identificando variações que possam impactar na qualidade dos resultados.

Considerando o contexto apresentado, analise as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.

I. As cartas de controle não apenas monitoram a performance analítica, mas também servem como uma ferramenta dinâmica no desenvolvimento da química analítica.

PORQUE

II. Embora as cartas de controle tradicionalmente sejam associadas ao monitoramento e controle de processos existentes, sua aplicação pode ser estendida ao desenvolvimento de métodos de classificação, que classifiquem amostras como “conforme” e não “conforme”. 

A respeito dessas asserções, assinale a alternativa correta.

a) As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não justifica a I.

b) As asserções I e II são proposições verdadeiras e a II justifica a I. 

c) A asserção I é uma proposição verdadeira e a II, falsa.

d) A asserção I é uma proposição falsa e a II, verdadeira.

e) As asserções I e II são proposições falsas.

5) Um laboratório de análise realizou a determinação de sódio (Na) em água mineral por dois métodos diferentes (A e B). Para cada método foram realizas três réplicas de análise para a amostra. O resultado para cada réplica de cada método está descrito na tabela a seguir.

Considerando que o valor verdadeiro de sódio na água analisada é de 3,00 mg/L e contexto apresentado, avalie as afirmativas a seguir.

I. As réplicas de análise apresentam uma variação aleatória devido aos erros determinados.

II. O método “A” parece ser mais preciso que o método “B”, pois o método “A” apresenta uma menor variação entre

as réplicas de amostras. Entretanto, para fazer essa afirmação de forma analítica, é necessário fazer um tratamento estatísticos dos dados.

III. Ambos os métodos poderiam ser considerados exatos, pois a média entre as réplicas para ambos os métodos estão muito próximos a 3,00 mg/L.

IV. As réplicas de análise permitem avaliar a precisão do método assim como a ocorrência de alguma anomalia durante alguma das réplicas.

Considerando o contexto apresentado, é correto o que se afirma em:

a) I e II, apenas.

b) III e IV, apenas. 

c) I, II e III, apenas.

d) II, III e IV, apenas.

e) I, II, III e IV.


 
 ATIVIDADE RESOLVIDA
 
    R$15,00 NO PIX

    eng.carlosjfilho@hotmail.com

    APÓS FAZER O PIX ACESSE O LINK ABAIXO 
    Contatos


As Dez Mais Lidas...

Leia também...

MAPA - ACIONAMENTOS ELÉTRICOS 51/2024

A partida estrela-triângulo é um método utilizado para iniciar a operação de motores elétricos trifásicos de indução. Essa técnica é comumen...