Máquinas Simples: Alavancas

A alavanca é uma barra alongada e rígida, reta ou curva, móvel em torno de um eixo denominado ponto de apoio, também conhecido como fulcro ou eixo de rotação. "Dê-me um lugar para me firmar e um ponto de apoio para minha alavanca que eu deslocarei a Terra", citou Arquimedes, matemático, engenheiro, inventor e físico grego (287 aC - 212 aC), acerca da aplicação desta importante e pioneira máquina simples. 
Arquimedes de Siracusa



Uma máquina pode ser considerada simples quando é composta de uma peça apenas. Qualquer alavanca apresenta os seguintes elementos:
  • força motriz ou potente (P)
  • força resistente (R)
  • braço motriz (BP): distância entre a força motriz (P) e o ponto de apoio;
  • braço resistente (BR): distância entre a força resistente (R) e o ponto de apoio; 
  • ponto de apoio (PA): local onde a alavanca se apoia quando em uso.
Conforme a posição do ponto de apoio em relação à força motriz (P) e à força resistente (R), as alavancas classificam-se em:
  • interfixa: quando o fulcro está entre a potência e a resistência.
  • inter-resistente: quando a resistência está entre o ponto de aplicação da potência e o fulcro.
  • interpotente: quando o ponto de aplicação da potência está entre o ponto de aplicação da resistência e o fulcro. Observe a figura abaixo:



Para se resolver problemas de física envolvendo alavancas, aplicam-se as condições de equilíbrio e reações de apoio. Estas condições apresentam decomposição de forças, onde o somatório destas forças devem anular-se para que o sistema esteja em equilíbrio. 



Para que isso ocorra calcula-se as reações de apoio Ra e Rb, que são obtidos através do somatório dos momentos iguais a zero (corpo em equilíbrio) nos pontos A e B.

1 comentários:

birasblog disse...

muito legal!

Postar um comentário

Dúvidas? Sugestões? Fale com o Professor Carlão!

Leitores

Arquivo

Publicidade

Publicidade
Camisetas Personalizadas: Anos 80 * Bandas * Brasil * Caras & Bocas * Carros