LISTA RESOLVIDA - SOCIOLOGIA - ESTUDO DE CASO

Sobre Positivismo e Educação
Geralmente, o francês Augusto Comte (1798-1895) é o mais conhecido como o iniciador da corrente positivista. Todavia, do ponto de vista histórico, vê-se que as ideias positivistas já se encontravam difundidas na sociedade antes mesmo do período de atividade de Comte. É importante ressaltar que Comte recebeu influência de Turgot, Condercet e Saint-Simon. Antoine Nicolas de Condercet (1666-1790) defendia a idéia de que toda e qualquer ciência da sociedade precisa se identificar com o que ele chamava de matemática social, isto é, precisa realizar um estudo preciso, rigoroso, numérico dos fenômenos sociais. Segundo Condorcet, a ciência estava sendo controlada e submetida aos interesses de senhores feudais, à aristocracia e ao clero e carecia de objetividade. Portanto, de acordo com Condorcet, era necessário tirar o controle das ciências destas classes para que uma ciência natural pudesse se impor (MESQUIDA, 2001).
Foi Claude Henri de Saint-Simon (1760-1852) o primeiro a utilizar o termo positivo na ciência. Para ele, o raciocínio deveria se basear nos fatos observados e discutidos. Nesse sentido, percebe-se a tendência de negação da metafísica. “Uma vez que nosso conhecimento está uniformemente fundado em observações, a direção de nossos interesses espirituais deve ser entregue ao poder da ciência positiva” . (COMTE In: MESQUIDA, 20001, p.27) SaintSimon também defendeu a sociedade industrial, dizendo que o que é favorável à indústria também o será para o homem. 
No século XIX Comte formaliza as ideias positivistas. Quando Comte falou da importância do conhecimento científico, não estava apenas defendendo uma orientação epistemológica, estava apresentando uma maneira de pensar e de realizar as transformações sociais. “O pensamento positivista poderia garantir a organização racional da sociedade”, dizia ele.
O Positivismo influenciou de maneira considerável a sociedade nos séculos XIX e XX. Tendo em vista que a Educação é uma atividade social, também foi marcada por esta influência. Nas escolas, a influencia do positivismo se fez sentir com força devido à influência da Psicologia e da Sociologia, ciências auxiliares da Educação. O positivismo esteve presente de forma marcante no ideário das escolas e na luta a favor do ensino leigo das ciências e contra a escola tradicional humanista religiosa. O currículo multidisciplinar – fragmentado – é fruto da influência positivista. No Brasil esta influência aparece no início da República e na década de 70, com a escola tecnicista. Foi muito divulgado por intermédio do Apostolado Positivista que se incorporou ao movimento pela proclamação da república e da elaboração da constituição de 1891. O movimento republicano apoiou-se em ideias positivistas para formular sua ideologia da ordem e do progresso, graças particularmente à atuação de Benjamim Constant (1836-1891). 
O pensamento de Comte apresenta as seguintes preocupações fundamentais: uma filosofia da história na qual encontram-se as bases de sua filosofia positivista. Defina e explique as três fases da evolução do pensamento humano.



LISTA RESOLVIDA - SOCIOLOGIA

    R$55,00

Depósito ou Boleto Bancário - R$ 45,00

Caixa Econômica Federal ou Lotéricas
Agência: 0068
Conta Poupança: 013.00234688-8
Favorecido: Carlos José dos Santos Filho

Confirmar Depósito Bancário


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dúvidas? Sugestões? Fale com o Professor Carlão!

Leia também...

APOSTILA CONCURSO REDA PROFESSOR DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL BAHIA

MATERIAL ELABORADO DE ACORDO COM O EDITAL SEC/SUDEPE Nº 02/2019 Processo Seletivo Simplificado SEC BA 2019 | Apostilas Opção Aberto...