Iniciação à Robótica Aula 2

O braço robótico é composto pelo braço e pulso. O braço consiste de elementos denominados elos unidos por juntas de movimento relativo, onde são acoplados os acionadores para realizarem estes movimentos individualmente, dotados de capacidade sensorial, e instruídos por um sistema de controle. O braço e fixado a base por um lado e ao punho pelo outro. O punho consiste de varias juntas próximas entre si, que permitem a orientação do orgão terminal nas posições que correspondem a tarefa a ser realizada. Na extremidade do punho existe um orgão terminal (mão ou ferramenta) destinada a realizar a tarefa exigida pela aplicação.

A junta pode ser rotativa, prismática, cilíndrica, esférica, parafuso e planar.

  • A junta prismática ou linear: Move em linha reta. São compostas de duas hastes que deslizam entre si;
  • A junta rotacional: Gira em torno de uma linha imaginaria estacionaria chamada de eixo de rotação. Ela gira como uma cadeira giratória e abrem e fecham como uma dobradiça;
  • A junta esférica: Funciona com a combinação de três juntas de rotação, realizando a rotação em torno de três eixos;
  • A junta cilíndrica: É composta por duas juntas, uma rotacional e uma prismática;
  • A junta planar: É composta por duas juntas prismáticas, realiza movimentos em duas direções;
  • A junta parafuso: É constituída de um parafuso que contém uma porca ao qual executa um movimento semelhante ao da junta prismática, porém, com movimento no eixo central (movimento do parafuso).

2 comentários:

  1. eu gostaria de entender de robótica e até mesmo aprender a fazer um robô,mesmo que seja um simplezinho

    ResponderExcluir
  2. Olá Glaucio!

    Existem bons cursos de automação e robótica no mercado, além disso tem alguns kits de robótica que são vendidos na internet. Acompanhe as outras aulas de robótica. Um forte abraço!

    ResponderExcluir

Dúvidas? Sugestões? Fale com o Professor Carlão!

Leia também...

"Mais um dia se passou e não usei isso pra nada". Será mesmo!?

A imagem abaixo vem circulando nas redes sociais com a [despretensiosa] conclusão de que vivemos sem a necessidade da fórmula que calcula o...

Cadastro

Cadastre-se para receber postagens atualizadas:

Digite seu Email

EnviarFeedBurner