MARIE CURIE


  • Esta é a segunda semana da série "Os Cientistas", escolhi uma cientista para apresentar sua vida e descobertas. Já citei numa aula anterior, que fiquei surpreso com a falta de informações na internet sobre as mulheres cientistas. Por este motivo escolhi Marie Curie! Mas, com certeza outras virão, vou pesquisar detalhes para colocar aqui as invenções e estudos científicos. Alguns textos querem nos fazer acreditar que estas mulheres foram tão longe pelo fato de seus maridos estarem juntos na pesquisa. Não é bem assim! Para começar vou logo falando que Marie Curie fez o que nenhum homem havia conseguido! Pois bem, dito isto vamos conhecer um pouco da vida desta mulher impressionante. Marie Curie nasceu na Polônia em 1867, mudou-se para a França onde começou sua trajetória acadêmica. Licenciou-se em primeiro lugar na Sorbonne, tradicional Universidade da França e um dos pilares da educação européia. Foi a primeira mulher a lecionar na Sorbonne, onde atuou nas áreas de Ciências Matemáticas e Física. Juntamente com seu marido, Pierre Curie (também professor de Física) e seu orientador Henri Becquerel, começou a estudar os efeitos da radiação. Em 1903, os três receberam o Prêmio Nobel de Física em reconhecimento ao desenvolvimento das pesquisas e comprovações dos efeitos da radiação desprendidas pelos sais de urânio. Os termos que conhecemos como radioativo e radioatividade, foram utilizados por ela para melhorar as publicações e explicar os resultados das pesquisas. Marie Curie continuou a estudar a radiação e aplicando suas pesquisas até que conseguiu isolar dois novos elementos químicos, o Polônio e o Rádio. Escolheu estes nomes em homenagem à sua terra natal e da grande emissão de radiação presente no elemento Rádio. Esta descoberta lhe rendeu um feito ainda maior. Pela segunda vez o Prêmio Nobel (1911), foi atribuído ao seu nome, agora em Química, em reconhecimento pelos avanços da ciência química e dos estudos da natureza dos elementos químicos. Uma realização profissional fantástica, pois jamais alguém havia conseguido o Prêmio Nobel por duas vezes.
  • Foi fundadora do Instituto do Rádio em Paris, academia que desenvolveu os estudos da radiografia e da cura do câncer utilizando radiação. Durante a Primeira Guerra Mundial, Marie Curie sugeriu que a radiografia móvel fosse utilizada para o tratamento dos soldados feridos. Esta grande cientista visitou muitos países do mundo para expor os avanços da ciência na cura do câncer. Esteve nos Estados Unidos em 1921, onde atraiu a atenção da comunidade científica. Veio ao Brasil em 1926, visitar o Instituto do Radium, hospital fundado em Belo Horizonte devido à grande quantidade de doentes de câncer no país. Um dos momentos mais importantes foi a palestra ministrada pela cientista que teve como tema “A radiação e suas aplicações na Medicina”

  • Infelizmente a exposição excessiva às radiações dos elementos químicos, que já havia comprometido a vida do cientista Bequerel, também atingiu Marie Curie de forma fatal, pois ele já sofria de leucemia em estado avançado e irreversível. Mesmo assim, a Ciência compensou Marie Curie - sua filha Irène Curie que trabalhou como sua assistente – também recebeu o Prêmio Nobel de Química em 1935. Além de renomada cientista e pesquisadora, foi Diretora de Laboratório de Ciências, contribuiu para a indústria de cosméticos e desenvolvimento dos tratamentos do câncer, Radiologia e Radiografia.


  • "Os dois Prêmios Nobel que Marie Curie recebeu representam um reconhecimento inédito a esta brilhante mulher que enfrentou a radiação em busca de respostas que até hoje salvam vidas!"

2 comentários:

  1. Cierto, Madame Cuie fue una gran científica, nos hizo mucho bien sus descubrimientos, abrió el camino a expensas suya. Creo que es el mejor Nóbel, el mas merecido de la historia.

    Un saludo desde el suer de España

    ResponderExcluir
  2. Graças a esses cientistas que acabam por dar a vida para as descobertas tão importante todo o povo vai beneficiando

    ResponderExcluir

Dúvidas? Sugestões? Fale com o Professor Carlão!

Leia também...

"Mais um dia se passou e não usei isso pra nada". Será mesmo!?

A imagem abaixo vem circulando nas redes sociais com a [despretensiosa] conclusão de que vivemos sem a necessidade da fórmula que calcula o...

Cadastro

Cadastre-se para receber postagens atualizadas:

Digite seu Email

EnviarFeedBurner