MANUTENÇÃO PREVENTIVA

A manutenção preventiva consiste em controlar o desempenho das máquinas e equipamentos industriais através de inspeções diárias levando em conta informações preliminares catalogadas na manutenção preditiva. Particularidades como: robustez do equipamento, tipo de lubrificação empregada, vida útil dos elementos de máquinas, esforços característicos da produção, são informações que permitirão ao técnico de manutenção prever os principais defeitos e falhas de cada um destes elementos. Desta forma, será possível uma programação de uma parada para substituição de peças, evitando paradas que comprometam a disponibilidade da máquina. Uma parada programada, além de não comprometer o rendimento da produção, evitará também um comprometimento da estrutura do equipamento em uma manutenção corretiva depois da quebra do componente avariado. Portanto devemos convencionar a manutenção preventiva o momento oportuno para a substituição de elementos de máquinas, substituindo uma prática antiga em que a troca das peças só ocorria quando a máquina já estava impossibilitada de funcionamento. Esta aplicação atual, permite que as paradas sejam consideravelmente reduzidas em relação às paradas ocasionais, já que dificilmente teremos danos na estrutura do equipamento. A implantação de uma manutenção preventiva requer um custo inicial elevado, que certamente será compensado nos custos finais do produto fabricado. Treinamento constante e conscientização dos envolvidos no processo são essenciais, para que o sistema passe a sobreviver em conjunto com informações confiáveis e ações proativas, com um constante senso de urgência na resolução dos problemas. Para que um plano de manutenção tenha êxito, é necessário que o pessoal envolvido no processo tenha conhecimento técnico em componentes do equipamento, como os elementos de apoio (mancais de rolamento ou deslizamento), elementos de vedação (retentores, gaxetas ou selos mecânicos) tipos de lubrificantes (graxa ou óleo) e sua aplicação na quantidade adequada.
Em um processo como este, toda ação deve vir acompanhada de um registro das atividades em relatórios técnicos de inspeção e procedimentos de manutenção. As atividades de desmontagem e montagem da máquina devem ser esclarecidos, para que qualquer integrante do grupo seja capaz de resolver o problema, descentralizando a informação técnica. A especialização profissional é importante para que todos tenham a consciência de que o produto e a solidez da empresa são os fatores principais de todo o processo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dúvidas? Sugestões? Fale com o Professor Carlão!

Leia também...

"Mais um dia se passou e não usei isso pra nada". Será mesmo!?

A imagem abaixo vem circulando nas redes sociais com a [despretensiosa] conclusão de que vivemos sem a necessidade da fórmula que calcula o...

Cadastro

Cadastre-se para receber postagens atualizadas:

Digite seu Email

EnviarFeedBurner