Resumo - A Quinta Disciplina - Introdução

A ESTRUTURA SISTÊMICA



Quando colocadas em um mesmo sistema, as pessoas, mesmo com diferentes perfis, tendem a produzir resultados semelhantes. A estrutura sistêmica diz respeito às inter-relações mais importantes que influenciam o comportamento ao longo do tempo.
Não são inter-relações entre as pessoas, mas entre variáveis-chave, como recursos naturais e produção de alimentos ou as ideias dos engenheiros no desenvolvimento de um produto. Somos prisioneiros das estruturas que desconhecemos.
Por outro lado, aprendendo a ver as estruturas dentro das quais operamos, iniciamos um processo de libertação das forças antes não identificadas e acabamos dominando a habilidade de trabalhar com elas e demandá-las. As empresas e os outros feitos humanos também são sistemas. Estão igualmente conectados por fios invisíveis de ações inter-relacionadas, que muitas vezes levam anos para se manifestar umas sobre as outras.
A capacidade e o comprometimento de uma organização em aprender não podem ser maiores do que as de seus integrantes. Os tempos de hoje não são menos perigosos e persistem as mesmas deficiências de aprendizagem, além de suas consequências.
Acredito que as cinco disciplinas das organizações que aprendem podem atuar como antídotos a essas deficiências de aprendizagem. Mas, primeiro, é necessário enxergá-las mais claramente pois, com assiduidade, elas se encontram perdidas em meio aos violentos eventos do dia a dia.
Fonte: A Quinta Disciplina - Peter Senge.

Um comentário:

  1. Olá professor, muito bom seus resumos da Quinta Disciplina de Senge, uma obra tão impactante para quem estuda Pensamento Sistêmico. Peter Senge não é tão fácil de ser entendido e sua aplicação prática muitas vezes não são acessíveis a todos.
    Caso interesse, estamos com um programa de certificação em Pensamento Sistêmico (http://www.visaosistemica.com.br), onde focamos exclusivamente em casos práticos.
    abraços. Hector Paulo

    ResponderExcluir

Dúvidas? Sugestões? Fale com o Professor Carlão!

Leia também...

"Mais um dia se passou e não usei isso pra nada". Será mesmo!?

A imagem abaixo vem circulando nas redes sociais com a [despretensiosa] conclusão de que vivemos sem a necessidade da fórmula que calcula o...

Cadastro

Cadastre-se para receber postagens atualizadas:

Digite seu Email

EnviarFeedBurner