Lubrificação Industrial - Aula 3

Características Físicas dos Lubrificantes

* Densidade: A densidade de um produto de petróleo é definida pela relação entre o peso de dado volume do produto, medido a uma determinada temperatura e o peso de igual volume de padrão (água), medido a uma outra temperatura. No caso de produtos de petróleo, as temperaturas foram padronizadas em 60ºF/60ºF para a quase totalidade dos países. No Brasil ela foi padronizada para 20ºC/4ºC. A densidade tem pouco significado quanto à qualidade do lubrificante, mas é grande utilidade no cálculo da conversão de litros em quilos ou vice-versa, e para fins de controle.

* Viscosidade: É a medida do grau interno que se produz quando o óleo escoa. De todas as características físicas é a viscosidade a que apresenta o maior interesse em relação á propriedade lubrificante do óleo.

* Índice de viscosidade: É a expressão numérica da variação da viscosidade com a variação da temperatura. Assim, o alto índice de viscosidade revela variação relativamente pequena de viscosidade da temperatura, em função da temperatura, enquanto o baixo índice de viscosidade indica tendência do óleo a apresentar grande variação de viscosidade com uma pequena variação de temperatura. Óleos parafinicos possuem maior índice de viscosidade do que óleos naftênicos.

HVI - alto índice de viscosidade
MHV – médio índice de viscosidade
LVI – baixo índice de viscosidade

 Devemos observar a velocidade que o Equipamento vai operar, para definirmos o índice de Viscosidade do óleo lubrificante, pois quanto maior for a velocidade angular, maior será a força para cisalhar a película, ou seja, quanto maior for a velocidade do conjunto mecânico (RPM), menos viscoso deve ser o lubrificante. Se o equipamento funciona em baixa rotação podemos utilizar um lubrificante mais grosso, isto é, mais viscoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dúvidas? Sugestões? Fale com o Professor Carlão!

Leia também...

"Mais um dia se passou e não usei isso pra nada". Será mesmo!?

A imagem abaixo vem circulando nas redes sociais com a [despretensiosa] conclusão de que vivemos sem a necessidade da fórmula que calcula o...

Cadastro

Cadastre-se para receber postagens atualizadas:

Digite seu Email

EnviarFeedBurner