27/07/2023

Questionários de Estrutura de Aço e Madeira [RESOLVIDOS]


Questionário 01

Pergunta 1 O fator de carga do vento muitas vezes é deixado de lado por muitos projetistas, por considerar que a obra em questão não necessita de tanto rigor de análise, sendo assim, estamos observando uma falta de conhecimento sobre a ação do vento sobre a edificação. Para tanto destaque a alternativa verdadeira sobre o fenômeno da ação do vento.

  O vento pode ser considerado como um carregamento dinâmico, sendo um carregamento variável no tempo, ou seja, pode ser entendido como a intensidade da carga, podendo ser constante ou não, variando de acordo com o tempo.
  O vento pode ser considerado como um carregamento dinâmico, sendo um carregamento variável no tempo, ou seja, pode ser entendido como a intensidade da carga, sendo constante, variando de acordo com o tempo.
  O vento pode ser considerado como um carregamento estático, sendo um carregamento permanente no tempo, ou seja, pode ser entendido como a intensidade da carga, podendo ser constante ou não, variando de acordo com o tempo.
  O vento pode ser considerado como um carregamento dinâmico, sendo um carregamento permanente no tempo, ou seja, pode ser entendido como a intensidade da carga, podendo ser constante ou não, variando de acordo com o tempo.
  O vento pode ser considerado como um carregamento estático, sendo um carregamento variável no tempo, ou seja, pode ser entendido como a intensidade da carga, podendo ser constante ou não, variando de acordo com o tempo.
 
Pergunta 2 As forças produzidas pelas cargas de vento são geradas pela energia cinética do movimento de uma massa de ar, que por sua vez produz pressões diretas (positivas) ou sucção (negativas), impondo assim esforços aos obstáculos em seu caminho, particularmente nas estruturas. Sobre as forças produzidas pelo vento, assinale a verdadeira.

  A pressão direta na edificação ocorre quando a superfície que recebe a carga do vento está posicionada de forma perpendicular à direção do vento, superfícies barlavento.
  As edificações estão sujeitas a ação de cargas de vento e quanto mais baixa a estrutura, aliada a uma menor esbeltez, maior será a fluência da carga de ventos sobre a mesma.
  As edificações estão sujeitas a ação de cargas de vento e quanto mais alta a estrutura, aliada a uma menor esbeltez, maior será a fluência da carga de ventos sobre a mesma.
  A pressão negativa, ocorre nas superfícies laterais consideradas barlavento.
  A pressão direta na edificação ocorre quando a superfície que recebe a carga do vento está posicionada de forma perpendicular à direção do vento, superfícies sotavento.
 
Pergunta 3 Os aços são formados por elementos químicos, que por sua vez são adicionados para modificar as características mecânicas, de acordo com sua utilização. Por tanto podemos compreender que a composição do aço é formada pelos seguintes elementos:

  Aço é uma liga formada basicamente dos elementos ferro (Fe) e manganês (C), com teor máximo de 1,7% para este último elemento. Outros elementos químicos são adicionados para modificar as características mecânicas do aço, de acordo com sua utilização, estas adições também são feitas em baixas porcentagens, por exemplo: Carbono 1,65%, cobre 0,60%, etc.
  Aço é uma liga formada basicamente dos elementos cobre (Co) e Hematita (Fe2O3), com teor máximo de 1,7% para este último elemento. Outros elementos químicos são adicionados para modificar as características mecânicas do aço, de acordo com sua utilização, estas adições também são feitas em baixas porcentagens, por exemplo: Carbono 1,65%, cobre 0,60%, etc.
  Aço é uma liga formada basicamente dos elementos ferro (Fe) e Hematita (Fe2O3), com teor máximo de 1,7% para este último elemento. Outros elementos químicos são adicionados para modificar as características mecânicas do aço, de acordo com sua utilização, estas adições também são feitas em baixas porcentagens, por exemplo: Carbono 1,65%, cobre 0,60%, etc.
  Aço é uma liga formada basicamente dos elementos Aco (Ac) e manganês (Ma), com teor máximo de 1,7% para este último elemento. Outros elementos químicos são adicionados para modificar as características mecânicas do aço, de acordo com sua utilização, estas adições também são feitas em baixas porcentagens, por exemplo: Carbono 1,65%, cobre 0,60%, etc.
  Aço é uma liga formada basicamente dos elementos ferro (Fe) e carbono (C), com teor máximo de 1,7% para este último elemento. Outros elementos químicos são adicionados para modificar as características mecânicas do aço, de acordo com sua utilização, estas adições também são feitas em baixas porcentagens, por exemplo: manganês 1,65%, cobre 0,60%, etc.
 
Pergunta 4 O principal processo de fabricação do aço consiste na produção de ferro fundido no alto-forno e posterior refinamento em aço, tal processo necessita de controle e verificação. Cada etapa é responsável pela geração de um produto de qualidade. Sobre as etapas de produção do aço, assinale a alternativa falsa.

  No procedimento do alto-forno, os metais ferrosos são obtidos por redução dos minérios de ferro, na parte superior do alto-forno, são adicionados minério, calcário e coque, na parte inferior do forno, insufla-se ar quente. O coque queima produzindo calor e monóxido de carbono, que reduzem o óxido de ferro para o ferro liquefeito, com excesso de carbono. O calcário converte o pó do coque e a ganga (minerais terrosos do minério) em escória fundida. Pela parte inferior do forno são drenadas periodicamente a liga ferro-carbono e a escória.
  No alto-forno o aço líquido é analisado, podendo modificar-se a mistura até se obter a composição desejada. Desse modo, obtém-se aço de qualidade uniforme.
  No Conversor de oxigênio ocorre o refinamento do ferro fundido em aço e consiste em remover o excesso de carbono e reduzir a quantidade de impurezas. Podemos entender que o conversor de oxigênio baseia-se na injeção de oxigênio dentro da massa líquida de ferro fundido, tal processo faz com que o ar injetado queima o carbono na forma de monóxido de carbono (CO) e dióxido de carbono (C02).
  No Conversor de oxigênio o aço líquido é analisado, podendo modificar-se a mistura até se obter a composição desejada. Desse modo, obtém-se aço de qualidade uniforme.
  O produto de alto-forno chama-se ferro fundido ou gusa, que trata-se de uma liga de ferro com alto teor de carbono e diversas impurezas. Uma pequena parte da gusa é refundida para se obter ferro fundido comercial, porém, a maior parte é transformada em aço. 

Questionário 02

 

Pergunta 1 Podemos compreender que peças tracionadas são as peças sujeitas a solicitações de tração axial, ou tração simples, assim conhecida. As peças tracionadas são empregadas nas estruturas, sob diversas formas. Sobre o critério de dimensionamento de elementos tracionados, assinale a alternativa correta.

A resistência de uma peça sujeita à tração axial pode ser determinada por: Ruptura da seção sem furos; Escoamento generalizado da barra ao longo de seu comprimento, provocando deformações exageradas.
Às tensões originadas do esforço normal de tração N...que têm origem no processo de execução da obra.
Em elementos uniformes, região isenta de furo, as tensões atuam de maneira uniforme em toda a seção da peça, denominado escoamento da seção liquida.
As peças tracionadas com furos, remete a tensões em regime elástico não uniformes, pois verifica-se tensões mais elevadas nas proximidades dos furos, que por sua vez tem-se a ruptura da seção efetiva na região da ligação.
As peças tracionadas com furos, remete a tensões em regime elástico uniformes, verifica-se assim tensões mais elevadas nas proximidades dos furos, que por sua vez tem-se a ruptura da seção efetiva na região da ligação.

Pergunta 2 Podemos compreender que peças tracionadas são as peças sujeitas a solicitações de tração axial. Para tanto, determine a espessura necessária de uma chapa de 100 mm de largura, sujeita a um esforço axial de 100 kN (10 t), considerando aço MR250 e as medidas figura 2. Sobre o critério de dimensionamento de elementos tracionados, assinale a alternativa que corresponde ao valor correto. 

 

b= 7,7 mm
b= 0,0066 mm
b= 5,6 mm.
b= 6,6 mm.
b= 7,6 mm.

Pergunta 3 Denomina-se coluna uma peça vertical sujeita à compressão centrada. Peças comprimidas axialmente são encontradas em componentes de treliças, sistemas de travejamento e em pilares de sistemas contraventados de edifícios com ligações rotuladas. Sobre o critério de dimensionamento de elementos comprimidos, assinale a alternativa correta.

O esforço de compressão tende a gerar deslocamentos laterais, processo conhecido por flexão, que, em geral, reduz a capacidade de carga da peça em relação ao caso da peça tracionada.
Estruturas metálicas os problemas de estabilidade são particularmente importantes já que os seus elementos apresentam baixa esbeltez em função da grande resistência do aço.
Podemos associar o modo de colapso de barras submetidas à compressão a três condições, que são elas: escoamento da seção, instabilidade global da barra ou a instabilidade local dos elementos que compõem a estrutura.
A resistência de uma peça sujeita à compressão axial pode ser determinada por: Ruptura da seção sem furos; Escoamento generalizado da barra ao longo de seu comprimento.
As peças comprimidas podem ser constituídas somente por seção simples, evitando-se a utilização de seção múltipla.
 
Pergunta 4 O fenômeno da flambagem foi inicialmente estudado por EULER (1707-1783), em seus estudos, considerou-se uma barra ideal. Sobre as simplificações e aproximações de elementos comprimidos, assinale a alternativa correta.

Ocorre estabilidade local dos elementos da seção.
Material homogêneo de comportamento elástico linear perfeito.
Extremidades engastadas (vínculos na prática).
Força aplicada sem excentricidade e com excentricidade.
Barra é prismática com imperfeições geométricas.   


Questionário 03

 

Pergunta 1 Podemos entender que as peças estrutura metálicas trabalham em conjunto, para que seja possível, necessita-se o correto dimensionamento, que pode ser parafusada ou soldada. Ligações parafusadas podem ser pré-montadas na fábrica, permitindo maior precisão e melhor qualidade na montagem, o mesmo podemos dizer sobre as Ligações soldadas quando executadas na fábrica, pois têm garantida a qualidade de execução. Sobre as ligações parafusadas, assinale a alternativa correta.

I) Em estruturas fabricadas a partir de 1950, as ligações rebitadas foram substituídas por ligações parafusadas ou soldadas.
II) Os parafusos comuns são forjados com aços-carbono de alto teor de carbono, em geral segundo a especificação ASTM A307.
III) Ligações tipo apoio: Podemos assim entender que a transmissão dos esforços se dá por apoio das chapas no fuste do parafuso e o esforço de corte na seção transversal do parafuso.

  I e III
  II e III
  I e II
  II
  III
 
Pergunta 2 A grande maioria das ligações utilizadas na construção em aço não se comporta como nós rígidos ou flexíveis, mas de um modo intermediário, colocando em dúvida sobre o melhor modelo a ser considerado na estrutura. Sobre o comportamento das ligações, bem como sua solicitação, assinale a alternativa correta.

I) Nos projetos estruturais a consideração de uma ligação rígida na etapa de projeto tem recebido cada vez mais atenção, devido a sua capacidade de dissipação de energia e eficiência de fabricação.
II) O comportamento de uma ligação sujeita à flexão pode ser caracterizado a partir da relação entre o momento fletor solicitante e a força cortante entre os elementos conectados.
III) A solicitação que chega no parafuso está vinculado com a distribuição dos conectores, pois a interação da solicitação com o arranjo da ligação atribui esforços internos ao conector.

  III
  II e III
  I e III
  II
  I
 
Pergunta 3 Para a estrutura desempenhar sua função, necessita-se da união entre as peças que pode ser parafusada ou soldada. A solda é um tipo de união por coalescência do material, obtida por fusão das partes adjacentes. Para tanto temos que a energia necessária para provocar a fusão pode ser de origem elétrica, química, óptica ou mecânica. As soldas mais empregadas na indústria de construção são as de energia elétrica. Sobre as ligações soldadas, assinale a alternativa correta.

I) No momento da solda, o revestimento é consumido juntamente com o eletrodo, transformando-se parte em gases inertes e parte em escória.
II)  O eletrodo é um fio metálico sem revestimento, porém, o arco voltaico e o metal fundido ficam isolados pelo material granular.
III) O eletrodo é um arame sem revestimento, e a proteção da poça de fusão é feita pelo fluxo de um gás (ou mistura de gases) lançado pela tocha de soldagem.

  I e II
  I, II e III
  III
  I e III
  II e III
 
Pergunta 4 Para a realização das ligações por meio de solda, utiliza-se os eletrodos por arco voltaico, que  são varas de aço-carbono ou aço de baixa liga. Os eletrodos com revestimento são designados, segundo a ASTM, por expressões do tipo E70XY. Sobre os tipos de soldadas, assinale a alternativa correta.

I) O termo 70, presente na designação (E70XY) representa  a ruptura da solda em ksi.
II) O termo Y, presente na designação (E70XY),  indica o tipo de corrente e de revestimento do eletrodo.
III) Para o aço A36 utilizam eletrodos E60XX e E70XX do tipo comum ou baixo hidrogênio.

  Somente II
  É falso a alternativa II
  Somente I
  I, II e III
 Somente III 


Questionário 04

 

Pergunta 1 Os elementos de uma estrutura metálica estarão sujeitos a flexão, comportamento observado em vigas principais e secundárias. Para tanto o conceito de estado limite último (ELU) no dimensionamento de vigas sujeitas à flexão, precisa levar em consideração os esforços (momento fletor e força cortante) e as seções da peça. Sobre as verificações de elementos sujeito a flexão (Viga), assinale a alternativa correta.

I) A flambagem local é a perda de estabilidade das chapas tracionadas, componentes do perfil a qual reduz o momento resistente da seção.
II) Na flambagem lateral a viga perde seu equilíbrio no plano principal de flexão e passa a apresentar deslocamentos laterais e rotações de torção.
III) Vale destacar que a resistência ao esforço cortante de uma viga pode ser reduzida pela ocorrência de flambagem da chapa da alma sujeita às tensões cisalhantes.


  II
  I e III
  I, II e III
  III
  II e III
 
Pergunta 2 De uma forma geral o comportamento de uma viga de aço biapoiada sob carga distribuída crescente, possui uma relação entre o momento e sua curvatura interna. Para tanto vale destacar a importância da compreensão da leitura de resistência e solicitação, assinale a alternativa correta sobre a verificação de uma viga sujeito a momento fletor.

I) O momento (M), de início de plastificação da seção, não representa a capacidade resistente da viga, já que é possível continuar aumentando a carga após atingi-lo.
II) Após passar o valor do momento (M) o comportamento passa a ser linear, pois as "fibras" mais internas da seção vão também plastificando-se progressivamente até ser atingida a plastificação total da seção.

III) O momento resistente (Mr), igual ao momento de plastificação total da seção (MP), corresponde a grandes rotações () desenvolvidas na viga.


  II e III
  II
  I e II
  III
  I e III
 
Pergunta 3 Os elementos dimensionados à flexo-compressão são geralmente denominadas vigas-colunas, na prática os pilares possuem tal comportamento. O dimensionamento se faz então levando em conta o momento fletor e o esforço normal, verificando a flambagem. Assinale a alternativa correta sobre o comportamento de um elemento em flexo-compressão.

I) Os seguintes aspectos devem ser considerados no dimensionamento:Resistências das seções e determinação dos esforços solicitantes decorrentes da flambagem.
II) Devido à presença do esforço normal (N), o momento resistência (Mu), é menor do que o momento (MP) de plastificação total da seção que ocorre em vigas.
III) Dependendo da intensidade do momento fletor (M), o modo de flambagem pode ser de flexão (como pilar) ou incluir torção da haste (como na flambagem lateral de vigas).


  II
  III
  II e III
  I e II
  I e III
 
Pergunta 4 Na prática os pilares possuem comportamento de flexo-compressão, de tal forma, seu dimensionamento aplica-se o princípio da superposição dos efeitos para combinar as tensões (n) e (m) oriundas do esforço normal e do momento fletor, respectivamente, atuando no regime elástico, sabemos que o critério de limite de resistência é baseado no início da plastificação. Assinale a alternativa correta sobre o dimensionamento  de um elemento em flexo-compressão.

I) De forma geral podemos entender que o esforço normal e momento fletor, gera as tensões (n) e (m) Basicamente na verificação o esforço normal e momento fletor tem que ser maior que a tensão de escoamento do aço.
II) O critério de dimensionamento considera uma expressão aproximada de resistência da seção, para qualquer posição da linha neutra, podendo ser usada no estado limite último da seção.
III)  O critério de dimensionamento considera : Ny representa a força normal limite do regime elástico e My representa o momento limite do regime elástico.

  I e III
  II e III
  I e II
  Somente III
  I, II e III


Questionário 05

 

Pergunta 1 A utilização de materiais diferentes em uma mesma estrutura pode ser uma solução viável, ou seja, a estrutura de aço pode ser utilizada de maneira a combinar com outros materiais, como aço e concreto, a fim de se obter um melhor resultado. Assinale a alternativa correta sobre o comportamento da união entre aço e concreto.
  A viga mista aço-concreto, é a viga formada pela associação de um perfil metálico com uma laje de concreto, sendo os dois elementos ligados por conectores mecânicos.
  As primeiras ligações entre o aço e o concreto foram constituídas pela ligação de conectores de cisalhamento e a interação se dava pela força de adesão natural entre os materiais.
  O uso de peças mistas em aço e concreto, propicia um aumento da resistência à compressão da peça metálica e o melhor desempenho à tração do concreto, ou seja, um material complementa o outro.
  A ligação através de conectores de cisalhamento são realizadas por meio da fixação, ou seja, adesão da mesa do perfil com a massa de concreto.
  O uso de peças mistas em aço e concreto propicia um aumento da resistência à tração da peça metálica e o melhor desempenho à compressão do concreto, ou seja, um material complementa o outro.
 
Pergunta 2 Em estruturas de edifícios a laje desempenha função de diafragma rígido, podendo assumir o emprego de vigas mistas, que por sua vez conduz a soluções econômicas. Em edificações, um sistema utilizado correntemente é o da viga com fôrma metálica incorporada à seção. Assinale a alternativa falsa sobre o comportamento da união entre aço e outro material.
  Podemos destacar também uma economia de material com a redução da altura dos elementos estruturais, devido ao acréscimo de rigidez e resistência.
  No sistema misto, a laje de concreto é utilizada com duas funções: Laje estrutural e Parte do vigamento.
  O revestimento dos perfis de aço com concreto cria uma proteção contra altas temperaturas e processo de corrosão
  A flambagem local da mesa e da alma, assim como a flambagem lateral com torção são, pela ação do concreto, intensificadas.
  A união permite que os dois materiais se deformam como um único elemento e gera um somatório de vantagens estruturais nas regiões de momento positivo, em comparação com a viga de aço isolada.
 
Pergunta 3 Os sistemas de elementos lineares são formados pela combinação dos principais elementos (tirantes, colunas, vigas), constituindo as estruturas responsáveis pelo suporte da carga. Sobre o comportamento de uma treliça (tesoura), assinale a alternativa correta.
  A treliça é um sistema utilizado tipicamente em coberturas de edifícios industriais (galpões). O sistema treliça é composto por hastes que trabalham à tração ou compressão. O modelo teórico de análise estrutural da treliça têm os nós rotulados, porém as treliças construídas na prática apresentam nós rígidos, os quais introduzem momentos fletores nas hastes, que por sua vez é negligenciado por grande parte dos projetistas, condicionando aos elementos a falha por ELU.
  A treliça é um sistema utilizado tipicamente em coberturas de edifícios industriais (galpões). O sistema treliça é composto por hastes que trabalham à tração ou compressão. O modelo teórico de análise estrutural da treliça tem os nós rígidos, porém as treliças construídas na prática apresentam nós rotulados, os quais introduzem momentos fletores nas hastes, que por sua vez é negligenciado por grande parte dos projetistas.
  As treliças são muito adequadas para estruturas metálicas, nas quais os perfis são produzidos em segmentos de comprimento ilimitado.
  A treliça é um sistema utilizado tipicamente em coberturas de edifícios industriais (galpões). O sistema treliça é composto por hastes que trabalham à tração ou compressão. O modelo teórico de análise estrutural da treliça tem os nós rotulados, porém as treliças construídas na prática apresentam nós rígidos, os quais introduzem momentos fletores nas hastes. Entretanto as hastes individuais são geralmente esbeltas, e as tensões de flexão resultam em pequenos valores.
  A treliça é um sistema utilizado tipicamente em coberturas de edifícios industriais (galpões). O sistema treliça é composto por hastes que trabalham à tração ou compressão. O modelo teórico de análise estrutural da treliça tem os nós rígidos, porém as treliças construídas na prática apresentam nós rotulados, os quais introduzem momentos fletores nas hastes. Entretanto as hastes individuais são geralmente esbeltas, e as tensões de flexão resultam em pequenos valores.
 
Pergunta 4 Uma solução muito usada em vários segmentos industriais é o Galpão Metálico composto de uma forma geral por colunas e tesouras metálicas, podendo ser treliçado ou não e cobrir pequenas a grandes metragens com fechamento estruturado em telha metálica. Sobre a estrutura metálica relacionada com galpões, assinale a alternativa correta.
  Os galpões ou edifícios industriais são construções em aço geralmente de um único pavimento, constituídos de sistemas estruturais compostos por pórticos regularmente espaçados, com cobertura superior apoiada em sistemas de terças, que são interpretadas como vigas sujeitas a flexão simples. As terças, por sua vez, descarregam nas tesouras (treliças), que por sua vez são limitadas em relação aos seus vãos internos, devido a baixa esbeltez dos elementos.
  Os galpões ou edifícios industriais são construções em aço geralmente de um único pavimento, constituídos de sistemas estruturais compostos por pórticos regularmente espaçados, com cobertura superior apoiada em sistemas de terças, que são interpretadas como vigas sujeitas a flexão oblíqua. As terças, por sua vez, descarregam nas tesouras (treliças), que podem apresentar grandes vãos internos, que remete a grandes áreas cobertas.
  Os galpões ou edifícios industriais são construções em aço geralmente de um único pavimento, constituídos de sistemas estruturais compostos por pórticos regularmente espaçados, com cobertura superior apoiada em sistemas de terças, que são interpretadas como vigas sujeitas a flexão simples. As terças, por sua vez, descarregam nas tesouras (treliças), que podem apresentar grandes vãos internos, que remete a grandes áreas cobertas.
  Os galpões ou edifícios industriais são construções em aço geralmente de um único pavimento, constituídos de sistemas estruturais compostos obrigatoriamente por pórticos em concreto armado, regularmente espaçados, com cobertura superior apoiada em sistemas de terças, que são interpretadas como vigas sujeitas a flexão oblíqua. As terças, por sua vez, descarregam nas tesouras (treliças), que podem apresentar grandes vãos internos, que remete a grandes áreas cobertas.
  Os galpões ou edifícios industriais são construções em aço geralmente de um único pavimento, constituídos de sistemas estruturais compostos por pórticos regularmente espaçados, com cobertura superior apoiada em sistemas de terças, que são interpretadas como vigas sujeitas a flexão oblíqua. As terças, por sua vez, descarregam nas tesouras (treliças), que por sua vez são limitadas em relação aos seus vãos internos, devido a baixa esbeltez dos elementos.

 

Questionário 06

 

Pergunta 1 A madeira é um material produzido a partir das plantas lenhosas com funções de sustentação mecânica. Sendo um material naturalmente resistente e relativamente leve, é frequentemente utilizado para fins estruturais e de sustentação de construções. Sendo ainda um material de baixo impacto ambiental.
  Podemos compreender que a madeira é um dos materiais mais antigos da humanidade, porém sua utilização na construção civil é recente, destacando-se atualmente pelo seu aspecto arquitetônico agradável.
  No sul e sudeste, podemos destacar que o eucalipto se apresenta como um material econômico com boas qualidades para a construção civil, sendo utilizado em larga escala em áreas de reflorestamento devido a sua facilidade de adaptação nestas regiões e sua produção em curto prazo.
  O projetista precisa ter atenção na umidade presente na peça de madeira, que destaca-se como característica fundamental para a sua aplicação, pois a mesma está unicamente relacionada com a propriedade física.
  Podemos definir a madeira seca, como sendo o elemento com uma umidade adquirida nas condições atmosféricas do local, ou seja, é a madeira que atingiu um ponto de equilíbrio no meio em que ela está inserida. A NBR 7190 (ABNT, 1997) considera o valor de umidade de 25% como referência.
  De uma forma geral a extração da madeira para uso na construção civil apresenta grandes impactos ambientais quando comparado com a extração para outros tipos de utilização. Pois uma exploração extrativista sem plano de manejo adequado das matas nativas, geram grandes volumes de extração de apenas algumas espécies definidas pelo mercado.
 
Pergunta 2 A madeira faz parte da construção civil, sendo utilizado dentro do sistema estrutural, pois resiste aos esforços (cargas), sejam elas de tração, compressão ou cisalhamento. Existem diversas finalidades estruturais onde a madeira pode ser aplicada. Sobre a aplicação da madeira, assinale a resposta correta.
  Para fins estruturais não utilizam-se as camadas intermediárias, pois apresentam menor resistência e possuem coloração mais clara, aceitando com maior facilidade a aplicação de tratamentos preservativos.
  Para a utilização de uma peça estrutural em madeira é necessário a compreensão da anatomia do tronco, pois descarta-se as camadas mais jovens de crescimento ( alburno).
  Para fins estruturais utiliza-se as Madeiras duras, provenientes de árvores frondosas (classe Gimnosperma, com folhas achatadas e largas), de crescimento lento, como peroba, ipê, aroeira, carvalho.
  A madeira com finalidade estrutural necessita de cuidado em relação à ação do fogo, pois a madeira em condições normais, não se queima diretamente, primeiro se decompõe em gases que, expostos ao calor, se convertem em chamas.
  Para fins estruturais não utiliza-se as madeiras macias, provenientes em geral das árvores coníferas de crescimento rápido, como pinheiro-do-paraná, pinheirinho, pinheiros europeus.
 
Pergunta 3 As madeiras utilizadas na construção civil estão dentro de dois grupos: maciças ou industrializadas. No grupo das maciças estão as madeiras: Brutas (roliças), falquejadas, serradas e beneficiadas. De uma forma geral as madeiras maciças são utilizadas em larga escala na construção civil. Sobre as madeiras maciças, assinale a resposta correta.
  A madeira beneficiada é obtida por meio de um processo mais rigoroso, ou seja, as peças são serradas e passam por alterações que agregam valor às mesmas, conferindo à madeira uma espessura, largura e comprimento definitivos, além de acabamento superficial com qualidade.
  A madeira roliça tem baixa resistência mecânica, uma vez que conserva sua estrutura original, gerando falhas de origem.
  Para a produção de madeira serrada utiliza-se o corte radial, destacando por ser um processo simples, porém aumenta a contração das tábuas durante o processo de retirada da umidade, porém proporciona uma estética agradável, devido ao desenho na superfície das peças.
  A madeira roliça não é empregada como peça principal na estrutura, pois conserva sua estrutura original, que por sua vez possui patologias de origem, sendo assim empregada somente como elementos secundários na estrutura.
  Para a produção de madeira serrada utiliza-se o tangencial, pois é mais eficiente a produção de madeira serrada, porém gera mais resíduos, ou seja, maior desperdício.
 
Pergunta 4 A madeira está dentro de dois grandes grupos, maciças ou industrializadas, sendo amplamente empregada na área da construção civil, porém trata-se de um produto natural, ou seja, possuem defeitos em sua formação, que por sua vez pode trazer defeitos significativos para o uso na engenharia, condicionando possíveis falhas na peça. Sobre os defeitos nas madeiras, assinale a resposta correta.
  A presença de defeitos apresenta uma grande divergência nos resultados das características físicas e mecânicas das madeiras, considerando-se assim defeitos significativos para a engenharia, a modificação do aspecto visual.
  Os galhos ainda vivos no momento do corte da árvore produz nos dentro da peca mais instável, enquanto os galhos mortos dão origem a nós estáveis, que por sua vez contribuem para o ELU do elemento.
  Entendem-se como defeitos da madeira todas as anormalidades de sua estrutura, sendo que algumas dessas anomalias contribuem para a não uniformidade da madeira que por sua vez prejudica as características físicas e mecânicas do elemento.
  O abaulamento se caracteriza pelo encurvamento na direção longitudinal da peça. O arqueamento tem um encurvamento na direção da radial da peças, ou seja, largura da peça
  As fendas são denominadas como a separação entre os anéis provocada por tensões internas devido ao crescimento lateral da árvore ou por ações externas, como flexão devida ao vento.

 

Questionário 07

 

Pergunta 1 Para elaboração dos projetos em madeira, são feitas as verificações relativas aos estados limites últimos (ELU) e estados limites de serviço (ELS). Os estados limites são as condições que, pela sua ocorrência, determinam a condição do seu projeto, ou seja, se as resistências e as flechas são atendidas. Sobre as condições de verificações, assinale a alternativa correta.

I) Perda de equilíbrio, parcial ou global, da estrutura, admitida como um corpo rígido.
II) Ruptura ou deformação plástica dos materiais.
III) Transformação da estrutura, em um sistema isostático.

  I e II
  I, II, e III
  Somente a III
  II e III
  Somente a II
 
Pergunta 2 As classes de resistência das madeiras têm por objetivo direcionar o projetista, ou seja, selecionar o elemento madeira com propriedades padronizadas, orientando a escolha do material para elaboração de projetos estruturais. O enquadramento de peças de madeira nas classes de resistência especificadas é realizado por meio de ensaios de compressão, tração e cisalhamento. Sobre as classes de resistência, assinale a alternativa correta.

I) A classe de resistência da madeira é separada em dois grupos principais, sao eles: coníferas e dicotiledôneas.
II) A resistência das coníferas são superiores que as da dicotiledôneas .
III) Para que seja possível a obtenção da resistência é necessário realizar uma análise direta da resistência de lotes homogêneos de madeira, cada lote não deve ter volume superior a 12 m³.
  II e III
  I e III
  Somente a III
  I, II, e III
  Somente a II
 
Pergunta 3 Em estrutura de madeira os elementos podem estar sujeitos ao comportamento de flexão, ou seja, a peça está sendo solicitada por momento fletor, tal comportamento pode acontecer na maioria dos elementos estruturais. Sobre o dimensionamento de viga, sujeito a flexão simples, assinale a resposta correta.

I) A flexão simples, o plano de incidência do carregamento coincide com um dos eixos principais de inércia, ou seja, utiliza-se a viga na configuração mais favorável, em seu maior plano de inércia.
II) Para cálculos das barras fletidas, adota-se para o vão teórico L, sendo o menor dos valores definidos, como: Distância entre eixos apoiados; Vão-livre acrescido da altura da seção transversal da peça no meio do vão; Não se considera um acréscimo maior que 20 cm.
III) As vigas esbeltas apresentam o fenômeno da flambagem lateral, que é uma  forma de instabilidade envolvendo flexão e torção. A flambagem lateral  pode ser evitada por amarrações que impeçam a torção da viga.


  I e II
  Somente a I
  I e III
  Somente a III
  II e III
 
Pergunta 4 As vigas que apresentam valores diferentes em sua seção transversal (b>>h), podem estar sujeitas  ao fenômeno da flambagem lateral, que é uma  forma de instabilidade que envolve a flexão e torção ao mesmo tempo. A flambagem lateral  pode ser evitada por meio de análise estrutural e empregos de elementos adicionais. Sobre a instabilidade lateral, assinale a resposta correta.

I) De forma prática as vigas de seções circulares, quadradas e  as retangulares apoiadas no maior lado  não necessitam de contenção lateral.
II) Para evitar a instabilidade lateral, utiliza-se a contenção em pontos intermediários, que pode ser feita com  diafragmas, ligando somente a parte comprimida entre as vigas adjacentes.

III) A contenção lateral das vigas  também é eficaz, quando se prega sobre as mesmas um soalho de madeira compensada, ou se o soalho for de tábuas,  deve-se usar pelo menos dois pregos por tábua, a fim de  garantir a rigidez da ligação das vigas com as tábuas.


  I e III
  I e II
  II e III
  Somente a III
  Somente a I

 

Questionário 08

Pergunta 1 A instabilidade de peças comprimidas está relacionado com a verificação de elementos em condição de compressão, que por sua vez  compreendendo seu dimensionamento. Podemos entender que na prática elementos em compressão e flexo-compressão,  podem acontecer em pilares de uma modo geral, elementos internos de treliça. Sobre os critérios de projeto de peças em condição de compressão e flexo-compressão, assinale a resposta correta.

  A verificação da instabilidade do pilar, deve ser feita referente ao plano de maior inércia.
  A verificação da instabilidade do pilar, deve considerar as condições de excentricidade acidental e minimizar a excentricidade inicial para elementos retilíneos.
  Para a verificação de peças medianamente esbeltas (40 < 80), deve-se aumentar a excentricidade de primeira ordem (e1) para um valor referente à excentricidade suplementar de primeira ordem (ec), que representa a fluência da madeira.
  O momento fletor de segunda ordem (Md) é obtido a partir da excentricidade de primeira ordem amplificada, considerando somente os carregamentos permanentes.
  Deve ser garantida a segurança em relação ao estado limite último de instabilidade. Para tanto, deve-se verificar o ponto mais comprimido da seção transversal, aplicando isoladamente a análise nos planos de rigidez mínima e máxima da peça.
 
Pergunta 2 Considere uma caixa d’água com capacidade máxima de 11 m³ (figura), que será suportada por 4 pés feitos de madeira com  as fibras no sentido vertical. Os pilares possui seção quadrada e altura de 115 cm. Dimensionar a seção transversal do pilar de modo a não ocorrer instabilidade. Dados:

    Madeira: Dicotiledônea C-40;
    Classe de umidade I, segunda categoria e  carregamento de longa duração;
    Seção quadrada;
    Extremidades rotuladas.




 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

  (b=9 cm; h=9 cm)
  (b=12 cm; h=12 cm)
  (b=10 cm; h=10 cm)
  (b=8 cm; h=8 cm)
  (b=15 cm; h=15 cm)
 

 

 
 ATIVIDADE RESOLVIDA
 
    R$45,00
     
    CHAVE PIX [NÚMERO DE TELEFONE]
     
    75992709085

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dúvidas? Sugestões? Fale com o Professor Carlão!

As Dez Mais Lidas...

Leia também...

SUB 1 - Administração e Economia Para Engenheiros

1) A administração cientifica apresenta seus 4 princípios, são eles: planejamento, preparo, controle e execução; Considerando o tema “Admini...